Arquivo da tag: A Palavra de Deus

Por que Setembro é o Mês da Bíblia?

O mês de setembro, para nós católicos do Brasil é o mês dedicado à Bíblia, isso desde 1971. Mas desde 1947, se comemora o Dia da Bíblia no ultimo domingo de setembro. O mês de setembro foi escolhido como mês da Bíblia porque no dia 30 de setembro é dia de São Jerônimo (ele nasceu em 340 e faleceu em 420 dC).

São Jerônimo foi um grande biblista. Foi ele quem traduziu a Bíblia dos originais (hebraico e grego) para o latim, que naquela época era a língua falada no mundo e usada na liturgia da Igreja. Hoje a Bíblia é o único livro que está traduzido em praticamente todas as línguas do mundo e está em quase todas as casas, talvez nem fazemos ideia, mas a Bíblia é o livro mais vendido, distribuído e impresso em toda a história da humanidade.

A Bíblia – Palavra de Deus – é o fruto da comunicação entre Deus que se revela e a pessoa que acolhe e responde à revelação. Por isso a Bíblia é formada por histórias de um povo, o Povo de Deus, que teve o dom de interpretar sua realidade à luz da presença de Deus e compreender que a vida é um projeto de amor que parte de Deus e volta para Ele.

biblia-catolica

A Palavra de Deus na Vida e Missão da Igreja: tema da 50ª Assembleia Geral da CNBB

APARECIDA, 17 Abr. 12 / 10:16 am (ACI)

A partir desta quarta-feira, 18, até a quinta-feira, 26 de abril, os bispos brasileiros se reunirão no recém construído Centro de Eventos Padre Vitor Coelho, no Santuário Nacional, em Aparecida, para a 50ª Assembleia Geral da CNBB (Conferência Nacional dos Bispos do Brasil) que este ano refletirá sobre a Palavra de Deus na Vida e na Missão da Igreja.

Segundo informou o Portal A12 do Santuário Nacional de Aparecida, cerca de 350 bispos devem participar do encontro desse ano.

Por sua parte, o Cardeal Arcebispo de Aparecida e presidente da CNBB, Dom Raymundo Damasceno Assis, afirmou que o tema trata da renovação do convite para retomar as meditações da assembléia de 2010.

“O aprofundamento desse tema nos conduzirá naturalmente a uma volta as grandes orientações recebidas no Sínodo dos Bispos de 2008 e da exortação apostólica pós-sinodal Verbum Domini – A Palavra de Deus – que nos foi dirigida pelo Papa Bento XVI em 30 de dezembro de 2010. No documento, o Santo Padre nos lembra que nos vemos colocados diante do mistério de Deus, que comunica a Si Mesmo por meio do dom da Sua Palavra. Esta Palavra que permanece eternamente”, explicou.

Dom Damasceno explicou que a reflexão do tema central resultará em um documento final, oficial da CNBB, com o propósito de ajudar as comunidades a conhecer melhor a Palavra de Deus.
“É preciso fazer da Palavra de Deus a rocha sobre a qual deve se fundamentar todo o nosso trabalho pastoral e evangelizador”, afirmou o Arcebispo

A assembléia se desenvolverá em duas sessões solenes. A primeira para comemorar o Jubileu de Ouro (50 anos) das assembleias da CNBB e os 60 anos da criação da Conferência dos Bispos do Brasil. A data de criação da CNBB é 14 de outubro, mas a celebração será antecipada.

A segunda sessão solene vai relembrar os 50 anos do início do Concílio Vaticano II, cuja inauguração deu-se em 11 de outubro de 1962. “As celebrações oficiais serão realizadas em Roma, no mês de outubro, com a realização do Sínodo dos Bispos”, explicou o presidente da CNBB nas declarações reunidas pelo portal A12.

Durante a assembléia serão eleitos quarto representantes e dois suplentes brasileiros para o Sínodo dos Bispos, que terá como tema ‘A nova Evangelização para a transmissão da Fé Cristã’.

Dom Damasceno também informou que durante a assembleia deverão ser feitos pronunciamentos sobre as Eleições Municipais e outros assuntos de interesse da Igreja no Brasil.

Durante os dias da Assembleia Geral da CNBB os bispos e sacerdotes participantes terão Missa diária no Santuário Nacional às 7h30h, aberta também aos fiéis leigos que queiram acompanhá-los na celebração.