Arquivo da tag: Canção Nova

Entrevista do Padre Jonas Abib ao Jô Soares

Entrevista do Monsenhor Jonas Abib no Programa do Jô.

Roberto Gurgel pede ao Supremo abertura de inquérito para investigar Gabriel Chalita

 FOLHA DE SÃO PAULO | O procurador-geral da República, Roberto Gurgel, enviou ao STF (Supremo Tribunal Federal) um pedido de abertura de inquérito para investigar o deputado Gabriel Chalita (PMDB-SP).

O inquérito pretende apurar denúncia feita pelo analista de sistemas Roberto Leandro Grobman, 41, que trabalhou durante anos com o grupo educacional COC e diz ter sido indicado para se aproximar de Chalita para prospectar negócios para o grupo.

Como a Folha revelou no início do ano, Grobman disse ao Ministério Público que o COC pagou despesas com a locação de aviões e helicópteros, viagens, presentes e uma reforma feita num apartamento de Chalita em Higienópolis, na zona central de São Paulo.

O grupo também comprou milhares de livros escritos por Chalita e computadores para a emissora de televisão da Canção Nova, grupo católico ao qual o deputado é ligado.

O advogado de Chalita, Arnaldo Malheiros Filho, refutou todas as acusações e disse que enviou à Justiça documentos que afastam as suspeitas, entre eles toda a movimentação bancária do deputado, a declaração de imposto de renda e um laudo pericial contábil.

Devido à entrega destes documentos, o caso passou a tramitar no STF sob segredo de Justiça.

Deputado Gabriel Chalita
Deputado Gabriel Chalita – foto Folha de São Paulo

CASO

Durante as investigações preliminares do Ministério Público em São Paulo, as denúncias foram reforçadas pelo empresário Cesar Valverde, que equipou o apartamento de Chalita e disse que uma das responsáveis pelo pagamento da instalação de equipamentos eletrônicos no duplex foi a Interactive, ligada ao grupo COC.

Empresas do COC, incluindo a Interactive, receberam R$ 14 milhões da Secretaria de Estado da Educação durante a gestão de Chalita, por compras feitas sem licitação, de 2002 a 2006.

OUTRO LADO

O advogado Arnaldo Malheiros Filho, que defende o deputado Gabriel Chalita (PMDB-SP) na área criminal, diz que acha difícil a investigação pedida ao Supremo prosperar por causa da fragilidade das acusações.

“O denunciante não tem a menor credibilidade para fazer as acusações que fez. Nunca vi alguém depor com o marqueteiro”, afirma, referindo-se ao analista Roberto Grobman.

Segundo o advogado, o procurador-geral até ridiculariza Grobman quando ele diz que o Chalita pedia 25% de comissão sobre o valor dos contratos que fechava, por ser um percentual elevado demais.

Ele citou um segundo exemplo do que chama de “falta de credibilidade” do analista: o procurador-geral mandou arquivar as suspeitas de que o COC teria pago a hospedagem de Chalita no Copacabana Palace, também em 2004, por não ter encontrado provas que sustentassem a declaração.

Malheiros Filho afirma que as suspeitas de enriquecimento ilícito não têm o menor fundamento.

Um parecer encomendado ao advogado e perito Alfredo Torrecillas Ramos mostra que todos os bens de Chalita são compatíveis com os seus ganhos, de acordo com ele.

O deputado já disse anteriormente à Folha que a viagem que fez ao Rio em 2004 não foi paga pelo empresário Chaim Zaher.

Zaher também nega ter beneficiado Chalita para obter os contratos.

O advogado Alexandre de Moraes refutou com veemência que tenha viajado ao Rio de Janeiro num jatinho pago pelo empresário, acompanhando Chalita.

Ele disse que foi ao Rio com a mulher, em avião de carreira da TAM, e que tem os comprovantes de pagamento, feito com o seu cartão de crédito. Ele afirma ter também os comprovantes de que pagou a hospedagem.

130531111

Formação: “É preciso ser católico de verdade” – Prof. Felipe Aquino – Canção Nova

Prof. Felipe Aquino nesta palestra faz o chamado a missão a todos os católicos. Ele convoca a todos a serem verdadeiros católicos e não irmãos apenas em nome. Quer conscientizar todos os católicos de que somos uma Igreja, e devemos assumir nosso compromisso de ser cristãos ativos, tornando-nos imagem e semelhança de Jesus. Confira a palestra:

Revolução Jesus chega ao Vale do Aço com tema “Santos de Calça Jeans”

I020804.jpg

O encontro Revolução Jesus, evento realizado por missionário da Canção Nova, acontecerá pela primeira vez Ipatinga. O retiro vai começar no dia 24 e terminar no dia 26 de agosto, no sítio Luar da Montanha, no bairro Tribuna. A taxa de inscrição é R$ 35,00. Haverá ônibus para conduzir os participantes. A taxa cobre alimentação e local para dormir, contudo, quem optar por mais privacidade pode levar sua barraca de camping. O Revolução Jesus no Vale do Aço é uma iniciativa do portal Galatas4.

Interessados em participar podem se inscrever na livraria Joao Paulo II, no Centro de Ipatinga, e online pelo site http://www.galatas4.com.br, ou ainda pelos telefones 8643-3244 e 8708-7657. Vagas limitadas.

REVOLUÇÃO JESUS

O Revolução Jesus é um programa da TV Canção Nova, que passa todas as quartas-feiras. O programa possui equipe de  30 missionários aproximadamente. Eles viajam pelo país aplicando retiros ao jovens e evangelizando. Aqui na cidade, vão ministrar o encontro três missionários da Canção Nova, de Cachoeira Paulista.

“Nós vimos que a juventude da região tem muitas coisas do mundo para fazer, mas eventos católicos são poucos, e alguém precisa se mexer para proporcionar a esses jovens momentos sadios e que os afastem do pecado”, comenta Wagner Martins, um dos organizadores do evento, em entrevista ao jornal Diário do Aço.

Santos de calça jeans

O Revolução Jesus é realizado em três formatos: “Nasci pra dar certo”, “Acampamento radical” e “Santos de calça jeans”. Este último foi o escolhido para a primeira edição em Ipatinga do evento, com a intenção de chamar a juventude a viver a santidade, mas sem deixar de ser jovem.

Conforme Wagner Martins, a intenção é fazer as três versões do retiro para o Vale do Aço. “Como são temas diferentes e são vagas limitadas, as pessoas que fizerem essa primeira edição terão prioridade na inscrição dos próximos, para dar continuidade no trabalho de evangelização”, afirma.

Obstáculo

Wagner Martins, em entrevista ao jornal Diário do Aço, comentou a dificuldade de captar patrocínio para encontros como o Revolução Jesus. Segundo ele “a maioria dos empresários se negaram a colaborar com esta obra. Vários foram procurados e poucos concordaram em ajudar esse projeto de evangelização. Os custos são altos. Por isso aceitamos doações de alimentos como leite, arroz, feijão, carne, entre outros.”

Fotos sobre encontros do Revolução Jesus pelo Brasil afora podem ser vistas no facebook oficial facebook.com/revolucaojesus.

Saiba mais

Galatas4

Revolução Jesus

Dom Lélis Lara celebra missa na Canção Nova – leia ou ouça sua homilia

Dom Lélis Lara, bispo emérito de Itabira/Cel. Fabriciano

Ontem, dia 12, o bispo emérito da Diocese de Itabira/Cel. Fabriciano celebrou a santa missa na Comunidade Canção Nova. A missa foi transmitida ao vivo pela rede televisão da comunidade – TV Canção Nova. A celebração presidida pelo bispo fez parte das comemorações da devoção a São Camilo Lélis e dos 90 anos da chegada da família camiliana ao Brasil. A comunidade Canção Nova recebe neste dias também a relíquia de São Camilo, o seu coração.

Leia ou ouça na íntegra a homilia de Dom Lélis Lara:

Devemos ser fiéis ao mandamento do amor  

Hoje, estamos celebrando São Camilo por ocasião dos 90 anos da chega da Família Camiliana ao Brasil.

Falar sobre São Camilo é muito simples, pois é o mesmo que falar sobre o âmago do Evangelho. A passagem, de hoje, nos apresenta a prática do amor e da caridade, que é o mandamento essencial deixado por Jesus Cristo.

O Senhor nos pede que amemos uns aos outros da mesma forma que Ele nos amou. Este amor de Pai podemos ver refletido nas obras que o santo cameliano deixou para nós, inclusive na sua congregação, a qual leva o conforto e os cuidado que Deus dispensa a cada um de nós.

A história desse santo reflete a história de muitos doentes no dia de hoje. Quando, em virtude de uma chaga na perna, São Camilo ficou internado, ele viu o que muitas pessoas enfrentam todos os dias. Foi neste momento que ele teve seu encontro pessoal com Cristo.

Por meio da relíquia deste santo, podemos ver a expressão do amor que ele teve para com Nosso Senhor, pois Camilo deixava tudo para cuidar dos assuntos de Deus, indo ao encontro dos seus irmãos que, realmente, necessitavam de cuidados.

Como anda a prática da caridade fraterna em nossas vidas? Será que nos assemelhamos ao mesmo amor que São Camilo tinha para com os enfermos? Não há meio termo. Ou nós os estamos destruindo com nossas palavras e atitudes, ou construindo um mundo novo com pessoas novas. É o mandamento do amor que irá nos levar para a glória do Pai.

“São Camilo é exemplo de caridade e amor ao próximo”, ensina Dom Lelis Lara

Quantas vezes você ouviu o mandamento do amor deixado por Jesus, mas, mesmo assim, não mudou suas atitudes? Deus nos chama a uma conversão de vida que deve começar por nossos atos.

Que a comemoração dos 90 anos dos camilianos, no Brasil, renove em nós este espírito de caridade para com nossos irmãos e traga para os nossos corações um amor por Jesus semelhante ao que ardia no coração de São Camilo.

Você sabe como uma pessoa se torna santo? Veja as etapas do processo de santificação

Antigamente somente o Papa podia promover uma causa de canonização, mas hoje em dia, os bispos têm autoridade para isso. Portanto em qualquer diocese do mundo pode-se iniciar uma causa de canonização.

Para cada causa é escolhido pelo bispo um postulador, espécie de advogado, que tem a tarefa de investigar detalhadamente a vida do candidato para conhecer sua fama de santidade.

Quando a causa é iniciada, o candidato recebe o título de Servo de Deus. O primeiro processo é o das virtudes ou martírio. Este é o passo mais demorado porque o postulador deve investigar minuciosamente a vida do Servo de Deus. Em se tratando de um mártir, devem ser estudadas as circunstâncias que envolveram sua morte para comprovar se houve realmente o martírio. Ao terminar este processo, a pessoa é considerada Venerável.

O segundo processo é o milagre da beatificação. Para se tornar beato é necessário comprovar um milagre ocorrido por sua intercessão. No caso dos mártires, não é necessária a comprovação de milagre. Irmã Lindalva passou a ser Venerável em 16 de dezembro de 2006, quando o decreto do seu martírio como serva de Deus foi promulgado. Agora é aguardada a cerimônia da beatificação, já que ela é dispensada de milagre.

O terceiro e último processo é o milagre para a canonização. Este tem que ter ocorrido após a beatificação. Comprovado este milagre o beato é canonizado e o novo Santo passa a ser cultuado universalmente.

Fonte Canção Nova

Dom Odilo destaca contribuição da Igreja na Rio+20

Veja a entrevista de Dom Odilo ao portal Canção Nova: 

Enviado especial para a Conferência das Nações Unidas sobre o Desenvolvimento Sustentável (Rio+20), o cardeal arcebispo de São Paulo, Dom Odilo Pedro Scherer, acredita que a Igreja vai poder contribuir dando sequência ao trabalho que já realiza: ajudar o ser humano a ter uma consciência mais clara sobre sua relação com a natureza. A Conferência está sendo realizada no Rio de Janeiro (RJ) de 13 a 22 de junho deste ano.

Dom Odilo participa dos debates nos próximos dias 20 e 22. Nesse período, será realizado o Segmento de Alto Nível da Conferência, com a presença de representantes de vários países do mundo. Ele disse que a palavra da Igreja é apreciada, mesmo diante do fato de que nem sempre todos a levem em conta. O cardeal enfatizou que a Santa Sé tem sim um peso nas discussões e que vai fazer a sua parte, dando a contribuição da Igreja.

Veja abaixo a íntegra da entrevista que Dom Odilo concedeu ao repórter Otávio Baldim.

noticias.cancaonova.com –  Como o senhor vê a possibilidade de representar o Papa Bento XVI na Rio+20?

Dom Odilo Pedro Scherer – Pra mim foi, naturalmente, motivo de grande alegria, e ao mesmo tempo uma responsabilidade grande de estar representando a Santa Sé como enviado especial e ao mesmo tempo chefiando a delegação da Santa Sé para a Conferência Rio+20. Eu, naturalmente, não estarei sozinho, mas com toda uma delegação de diplomatas e estudiosos que vão estar nesta comitiva, digamos assim, dessa delegação da Santa Sé. Eles já estão acompanhando todas essas questões, a organização da Cúpula Rio+20 e, ao mesmo tempo, os assuntos tratados há mais tempo e com todo conhecimento das várias implicações, dos discursos, das posições que ali vão aparecer. Evidentemente, vão ajudar para que agente possa estar ali apresentando e representando a posição da Santa Sé, da Igreja e, em última análise, em relação às várias questões tratadas.

noticias.cancaonova.com – Como a Igreja espera contribuir para a Rio+20?

Dom Odilo – Nós esperamos continuar a fazer aquilo que já estamos fazendo, que a Igreja está fazendo ajudando a sociedade e a humanidade, primeiramente, a ter uma consciência mais clara sobre a relação com a natureza, como ela deve ser. Nós partimos do princípio da nossa fé em Deus criador. Deus viu que era bom, então se é bom nós devemos tratar bem. Se é obra de Deus nós devemos, portanto, valorizá-la, acolhê-la com gratidão, não estragá-la e não desrespeitá-la. Por outro lado, a Igreja, nas questões ambientais, destaca sempre que o homem está no centro. O ser humano deve ser aquele que, de fato e em última análise, é o objeto final das reflexões ambientais. Então não podemos, por exemplo, promover um discurso ambientalista que queira tirar o homem do meio ambiente. Isso seria, do nosso ponto de vista, equivocado. Porém, o ser humano também precisa estar no lugar certo e fazer o que é certo, por isso uma ética correta nas relações com meio ambiente a Igreja também propõe. E a ética é a ética da solidariedade porque nós temos sempre que pensar que não somos os últimos, os únicos a habitar o Planeta Terra. Portanto, esta casa colocada à nossa disposição com todos os seus recursos, a casa que nos hospeda, nos abriga, nos alimenta, esta mesma casa está à nossa disposição agora, mas depois de nós virão outros que também querem usá-la, habitá-la, alegra-se e poder ainda viver bem nesta mesma casa. Então o que nós temos que fazer é pensar nos outros, nunca sozinhos. Um pensamento solidário, este é fundamental quando tratamos das questões ambientais.

noticias.cancaonova.com – O senhor estava falando que o homem não pode esquecer a natureza, até porque ele não conseguiria viver sem os recursos naturais que hoje estão disponíveis, mas não com tanta grandeza como tinha antigamente, não é?

Dom Odilo – Não é que os recursos naturais estão acabando. Eles existem e devem ser zelados. Então o homem, ainda voltando mais uma vez à visão cristã sobre o mundo, o homem e a natureza, o homem foi colocado como um zelador no jardim, no paraíso. Então o homem deve assumir a sua responsabilidade de cuidar bem e não de estragar o jardim, o paraíso terrestre, ou seja, o mundo em que nós vivemos. Por isso o homem está no centro, quer como beneficiado, mas também como responsável para bem cuidar do mundo, justamente na visão solidária de modo que não haja um pensamento e nem uma atitude egoísta em que os bens acabam sendo acumulados apenas em poucas mãos ou para poucos povos e outros fiquem com falta desses bens. Da mesma forma, no futuro poderá haver bens da criação do mundo renováveis, aliás, a maioria dos bens é renovável e nós podemos muito bem viver com eles por muito tempo no Planeta Terra, contanto que nós zelemos pelas condições da vida no planeta, de modo que a nossa terra continue a produzir plantas, frutas, alimentos, sustento para todas as criaturas que aqui vivem e para nós também e que nós não depredemos os recursos naturais tornando inviável a vida para o futuro.

noticias.cancaonova.com – O senhor vai estar participando da Rio+20 entre os dias 20 e 22, que é um dia do segmento do alto nível da Conferência em que estarão participando representantes de vários países do mundo inteiro. O senhor acha que a opinião da Igreja vai ter o mesmo peso da opinião desses representantes?

Dom Odilo – A Santa Sé, representando a Igreja, nós temos que falar que aqui não está presente a Igreja enquanto Igreja, mas está presente o Vaticano representando a Santa Sé, tem uma autoridade moral muito grande. Essa palavra da Igreja é apreciada mesmo que nem sempre todos a levem em conta. Mas a palavra da Igreja representada pela Santa Sé tem um peso e por isso mesmo a Santa Sé não pode deixar de dizer a sua palavra, de apresentar a sua posição. Evidentemente, depois nas decisões as questões são tomadas de acordo com o critério que cada delegação oficial vai ter, as orientações recebidas oficialmente, e aí o voto de todos é igual. Evidentemente que a Santa Sé não deixará de fazer a sua parte.

por Jéssica Marçal, com colaboração de Otávio Baldim

Portal da Canção Nova está de cara nova

Se não o maior, um dos maiores portais católicos do Brasil, está de layout novo. De acordo com a redação do portal durante todo o ano o site sofrerá mudanças. “A estrutura do Portal CN vai passar por reformulações, incluindo todos os canais que estão agregados a esse serviço. E como citado anteriormente, a interface do site servirá para impulsionar as demais mudanças que ocorrerão. Todas elas visando melhorar o acesso do usuário em nossa página, de acordo com a identidade da Canção Nova”, de acordo com assessoria da Canção Nova.

Ainda de acordo com a redação as adaptações e a personalização foram realizadas de forma a criar um ambiente mais agradável e intuitivo para que o internauta encontre o conteúdo desejado com facilidade e rapidez.

Entre as principais mudanças no site, além do design, é notória os elementos de interface integrados, como barra de acesso rápido e sistema rotativo e maior organização harmônica, facilitando assim a leitura e a compreensão do conteúdo da forma em que será disposto.

Segundo João Paulo Kruschewsky, gerente de TI (Tecnologia da Informação) de desenvolvimento e mobile da Canção Nova, em entrevista a Canção Nova, “essa atualização faz parte de uma nova etapa de adequação e organização do conteúdo da capa. Trata-se da primeira versão do novo Portal Canção Nova que promoverá maior acessibilidade, visando a integração de novos canais. Nossa meta é que até o fim do ano todos os canais estejam integrados à nova versão do Portal, o que irá gerar grande facilidade na navegabilidade”.

Confira:

Acesse o link e veja as novidades do portal: http://www.cancaonova.com/

Encontro reúne TVs de inspiração católica em São Paulo

Está sendo realizado nesta terça-feira o Encontro da Equipe de Reflexão e Comunicação da CNBB e as TVs de inspiração católica. O evento ocorre em São Paulo (SP) e traz como tema a relação entre religião e mídia. Estão presentes profissionais de meios de comunicação católicos e a equipe de reflexão e comunicação da CNBB. Eles assistem hoje palestra ministrada pelo renomado jornalista Eugênio Bucci.

A assessora de comunicação da CNBB, Ir. Élide Maria Fogolari, disse que serão realizados mais três encontros ao longo deste ano.

 

Fonte Arquidiocese de BH