Arquivo da tag: chaga

“Toda a humanidade tem que lutar sem cessar contra a pobreza”, diz Bento XVI

Celebra-se esta quarta-feira, 17 de outubro, o Dia Internacional para a Erradicação da Pobreza. Na Audiência Geral desta quarta-feira, o papa Bento XVI saudou os que estavam presentes na Praça São Pedro, encorajando-os em seu compromisso de proteger a dignidade e os direitos dos que são condenados a sofrer a chaga da miséria, “contra a qual toda a Humanidade deve lutar sem cessar”.

O Dia Internacional para a Erradicação da Pobreza é uma iniciativa da Organização das Nações Unidas (ONU), para promover a conscientização sobre o problema e para motivar os esforços de erradicação da pobreza em todas as partes do mundo.

Em 17 de outubro de 1987, em Paris, o padre Joseph Wresinski, fundador do “Movimento Agir Todos pela Dignidade do Quarto Mundo” inaugurou, na presença de 100 mil pessoas, uma placa de pedra em memória das vítimas da pobreza. Nela, estava gravada a seguinte mensagem: “Onde homens e mulheres estão condenados a viver em extrema pobreza, direitos humanos são violados. Unir-se para fazer com que sejam respeitados é um dever sagrado”.

Na última década, milhões de pessoas saíram da pobreza, e obtiveram um melhor acesso à saúde e à educação. Todavia, apesar destes avanços importantes, há ainda lacunas críticas a serem preenchidas. O tema para o Dia Internacional de 2012 é “Pôr fim à violência que a extrema pobreza representa: promover a responsabilização e construir a paz”.

Isabelle Perrin, diretora-geral do Movimente, em sua mensagem do Dia Internacional para a Erradicação da Pobreza, afirmou: “É um dia para recusar o inaceitável. (…) 17 de outubro é uma data para honrar os milhões de pessoas que enfrentam o impossível, aqueles cuja coragem e cuja existência desafiam nossas certezas, nossos modos de pensar e agir”.

Nessa mesma data, os salesianos da Região Interamérica estão empenhados na 10ª reunião regional de opção preferencial. Uma semana de conferências sobre o empenho da Congregação no continente americano e a opção preferencial pelos pobres. Responsabilizar quem vive na pobreza, especialmente os jovens, é um dos principais temas discutidos durante este encontro.

Dom Lélis Lara celebra missa na Canção Nova – leia ou ouça sua homilia

Dom Lélis Lara, bispo emérito de Itabira/Cel. Fabriciano

Ontem, dia 12, o bispo emérito da Diocese de Itabira/Cel. Fabriciano celebrou a santa missa na Comunidade Canção Nova. A missa foi transmitida ao vivo pela rede televisão da comunidade – TV Canção Nova. A celebração presidida pelo bispo fez parte das comemorações da devoção a São Camilo Lélis e dos 90 anos da chegada da família camiliana ao Brasil. A comunidade Canção Nova recebe neste dias também a relíquia de São Camilo, o seu coração.

Leia ou ouça na íntegra a homilia de Dom Lélis Lara:

Devemos ser fiéis ao mandamento do amor  

Hoje, estamos celebrando São Camilo por ocasião dos 90 anos da chega da Família Camiliana ao Brasil.

Falar sobre São Camilo é muito simples, pois é o mesmo que falar sobre o âmago do Evangelho. A passagem, de hoje, nos apresenta a prática do amor e da caridade, que é o mandamento essencial deixado por Jesus Cristo.

O Senhor nos pede que amemos uns aos outros da mesma forma que Ele nos amou. Este amor de Pai podemos ver refletido nas obras que o santo cameliano deixou para nós, inclusive na sua congregação, a qual leva o conforto e os cuidado que Deus dispensa a cada um de nós.

A história desse santo reflete a história de muitos doentes no dia de hoje. Quando, em virtude de uma chaga na perna, São Camilo ficou internado, ele viu o que muitas pessoas enfrentam todos os dias. Foi neste momento que ele teve seu encontro pessoal com Cristo.

Por meio da relíquia deste santo, podemos ver a expressão do amor que ele teve para com Nosso Senhor, pois Camilo deixava tudo para cuidar dos assuntos de Deus, indo ao encontro dos seus irmãos que, realmente, necessitavam de cuidados.

Como anda a prática da caridade fraterna em nossas vidas? Será que nos assemelhamos ao mesmo amor que São Camilo tinha para com os enfermos? Não há meio termo. Ou nós os estamos destruindo com nossas palavras e atitudes, ou construindo um mundo novo com pessoas novas. É o mandamento do amor que irá nos levar para a glória do Pai.

“São Camilo é exemplo de caridade e amor ao próximo”, ensina Dom Lelis Lara

Quantas vezes você ouviu o mandamento do amor deixado por Jesus, mas, mesmo assim, não mudou suas atitudes? Deus nos chama a uma conversão de vida que deve começar por nossos atos.

Que a comemoração dos 90 anos dos camilianos, no Brasil, renove em nós este espírito de caridade para com nossos irmãos e traga para os nossos corações um amor por Jesus semelhante ao que ardia no coração de São Camilo.