Hoje é dia dos Santos Anjos. Veja o Anjo da Guarda em nossa vida

AnjoSempre houve uma luta eterna do bem contra o mal. No fim dos tempos, os anjos invocarão suas trombetas e as revelações serão esclarecidas. As máscaras todas ruirão. Os exércitos angelicais estarão frente ao poder do mal.

O homem tem necessidade de perceber as coisas de Deus pela essência da alma, a única que tem o sentido espiritual, a única capaz de captar as iluminações e transmiti-las ao intelecto. O anjo pode agir, na nossa vida, como instrumento de conhecimento para que possamos compreender melhor e nos encaminhar àquela viagem de ascensão em direção a Deus.

Este mundo, apesar de tudo, sabe ainda admirar sua beleza e seu encanto. Isso demostra que a natureza não é somente um surpreendente mecanismo constituído por partículas, mas uma expressão harmoniosa de Deus, cujos anjos são os instrumentos.

Precisamos aqui, nesta terra, ser luz como os anjos uns para os outros, ser amigo, companheiro e estar presente nos momentos de tristezas e alegrias, saber sorrir e fazer silêncio acompanhado de uma abraço quando necessário, pois sempre estamos acompanhados. É preciso acreditar, confiar e convidar o anjo da guarda para fazer parte da nossa vida.

Ele aparece no dia em que nascemos e nos acompanha ao longo de toda a nossa vida na Terra. Ninguém percorre seu caminho sozinho e nunca nos sentiríamos desamparados se tivéssemos consciência da ajuda espiritual que eles nos podem; muitas vezes, ajuda física também.

Ânimo e confiança! Deus não deixará que você se perca nas estradas da vida, pois enviará seu anjo para ajudá-lo!

.: Reze ao seu anjo da guarda

::Súplica ao anjo da guarda

5ª DOR DE NOSSA SENHORA: morte de Jesus na cruz

 Introdução

Na meditação desta dor encontraremos consolo e força para nossas almas contra mil tentações e dificuldades e aprenderemos a ser fortes em todos os combates de nossa vida.

Contemplemos Maria aos pés da Cruz, assistindo à morte de Jesus, com a alma e o coração transpassados com as mais cruéis dores!

Não nos escandalizemos com o que fizeram os judeus! Eles diziam: ‘Se Ele é Deus, por que não desce da cruz e se livra a si próprio?!’ Infelizes aqueles que não crêem que Jesus é o Messias. Não podem compreender que um Deus se humilhasse tanto e que a sua divina doutrina pregava a humildade. Jesus precisava dar o exemplo, para que seus filhos tivessem a força de praticar uma virtude, que tanto custa aos filhos deste mundo, que têm nas veias a herança do orgulho. Infelizes os que, à imitação dos que crucificaram a Jesus, ainda hoje não sabem se humilhar!

Depois de três horas de tormentosa agonia, Jesus morre, deixando Maria na mais negra escuridão! Sem duvidar um só instante, ela, contido, aceitou a vontade de Deus e, no seu doloroso silêncio, entregou ao Pai sua imensa dor, pedindo, como Jesus, perdão para os criminosos.

Entretanto, quem a confortou nessa hora angustiosa? Fazer a vontade de Deus foi o seu conforto; saber que o Céu foi aberto para todos os filhos foi seu consolo! Porque Maria também no Calvário foi provada com o abandono de toda consolação!

Sofrer em união com os sofrimentos de Jesus encontra consolo; sofrer por ter feito o bem neste mundo, recebendo desprezos e humilhação encontra força.

Que glória para nossas almas se um dia, por amarmos a Deus com todo o nosso coração, formos também perseguidos!

Aprendamos a meditar muitas vezes esta dor, que ela nos dará força para sermos humildes: virtude amada de Deus e dos homens de boa vontade.

Evangelho Lc 23, 33 – 49

 33.Chegados que foram ao lugar chamado Calvário, ali o crucificaram, como também os ladrões, um à direita e outro à esquerda.34.E Jesus dizia: Pai, perdoa-lhes; porque não sabem o que fazem. Eles dividiram as suas vestes e as sortearam.35.A multidão conservava-se lá e observava. Os príncipes dos sacerdotes escarneciam de Jesus, dizendo: Salvou a outros, que se salve a si próprio, se é o Cristo, o escolhido de Deus!36.Do mesmo modo zombavam dele os soldados. Aproximavam-se dele, ofereciam-lhe vinagre e diziam:37.Se és o rei dos judeus, salva-te a ti mesmo.38.Por cima de sua cabeça pendia esta inscrição: Este é o rei dos judeus.39.Um dos malfeitores, ali crucificados, blasfemava contra ele: Se és o Cristo, salva-te a ti mesmo e salva-nos a nós!40.Mas o outro o repreendeu: Nem sequer temes a Deus, tu que sofres no mesmo suplício?41.Para nós isto é justo: recebemos o que mereceram os nossos crimes, mas este não fez mal algum.42.E acrescentou: Jesus, lembra-te de mim, quando tiveres entrado no teu Reino!43.Jesus respondeu-lhe: Em verdade te digo: hoje estarás comigo no paraíso.44.Era quase à hora sexta e em toda a terra houve trevas até a hora nona.45.Escureceu-se o sol e o véu do templo rasgou-se pelo meio.46.Jesus deu então um grande brado e disse: Pai, nas tuas mãos entrego o meu espírito. E, dizendo isso, expirou.47.Vendo o centurião o que acontecia, deu glória a Deus e disse: Na verdade, este homem era um justo.48.E toda a multidão dos que assistiam a este espetáculo e viam o que se passava, voltou batendo no peito.49.Os amigos de Jesus, como também as mulheres que o tinham seguido desde a Galiléia, conservavam-se a certa distância, e observavam estas coisas.

Leia mais em: http://www.bibliacatolica.com.br/01/49/23.php#ixzz1qVdtxaN1

Oração Inicial

Virgem dolorosíssima, seríamos ingratos se não nos esforçássemos em promover a memória e o culto de vossas Dores particulares, graças para uma sincera penitência, oportunos auxílios e socorros em todas as necessidades e perigos. Dai-nos a saúde do corpo para que possamos cumprir nossos deveres com ânimo e alegria, e com a mesma disposição sirvamos a vosso Filho Jesus.   Por N. S. J. C.  –  AMÉM.

A fé, nossa companheira de vida

A Carta Apostólica Porta Fidei, com a qual Bento XVI proclama o Ano da Fé que a Igreja está vivendo até o dia 24 de novembro, será nosso guia nos próximos meses para percorrer um intenso itinerário que nos permita explorar alguns temas ligados à fé, “a nossa companheira de vida”, como a definiu o próprio Pontífice.

Publicada em 11 de outubro de 2011 sob forma de Motu Proprio, esta carta fala do motivo pelo qual Bento XVI decidiu proclamar este Ano da Fé. Ouça e entenda mais nesye podcast produzido pela Rádio Vaticano.

Ficai atentos a fim de terdes força para escapar de tudo o que deve acontecer (Evangelho do Dia – Lc 21,34-36)

 

 

+ Proclamação do Evangelho de Jesus Cristo segundo São Lucas 21,34-36

Naquele tempo, disse Jesus aos seus discípulos:
34Tomai cuidado para que vossos corações
não fiquem insensíveis por causa da gula,
da embriaguez e das preocupações da vida,
e esse dia não caia de repente sobre vós;
35pois esse dia cairá como uma armadilha
sobre todos os habitantes de toda a terra.
36Portanto, ficai atentos e orai a todo momento,
a fim de terdes força
para escapar de tudo o que deve acontecer
e para ficardes em pé diante do Filho do Homem.”
Palavra da Salvação. 

Reflexão – Lc 21, 34-36

A nossa vida é marcada por preocupações constantes que são exigências da agitada vida moderna. Essas preocupações muitas vezes acabam por fazer de si mesmas o centro da nossa vida. Na verdade, a gente deixa de viver a vida que a gente quer para viver a vida que é exigida de nós. Assim, não temos tempo para a oração, para a contemplação, para o encontro com Deus e o estabelecimento de comunhão com ele. O resultado de tudo isso é que deixamos de viver na sua presença e nos fechamos num mundo que cada vez mais nos escraviza e nos impede de viver a verdadeira vida, a vida dos filhos e filhas de Deus em perfeita comunhão e relação com o Pai.

O Anjo da Guarda em nossa vida

AnjoSempre houve uma luta eterna do bem contra o mal. No fim dos tempos, os anjos invocarão suas trombetas e as revelações serão esclarecidas. As máscaras todas ruirão. Os exércitos angelicais estarão frente ao poder do mal.

O homem tem necessidade de perceber as coisas de Deus pela essência da alma, a única que tem o sentido espiritual, a única capaz de captar as iluminações e transmiti-las ao intelecto. O anjo pode agir, na nossa vida, como instrumento de conhecimento para que possamos compreender melhor e nos encaminhar àquela viagem de ascensão em direção a Deus.

Este mundo, apesar de tudo, sabe ainda admirar sua beleza e seu encanto. Isso demostra que a natureza não é somente um surpreendente mecanismo constituído por partículas, mas uma expressão harmoniosa de Deus, cujos anjos são os instrumentos.

Precisamos aqui, nesta terra, ser luz como os anjos uns para os outros, ser amigo, companheiro e estar presente nos momentos de tristezas e alegrias, saber sorrir e fazer silêncio acompanhado de uma abraço quando necessário, pois sempre estamos acompanhados. É preciso acreditar, confiar e convidar o anjo da guarda para fazer parte da nossa vida.

Ele aparece no dia em que nascemos e nos acompanha ao longo de toda a nossa vida na Terra. Ninguém percorre seu caminho sozinho e nunca nos sentiríamos desamparados se tivéssemos consciência da ajuda espiritual que eles nos podem; muitas vezes, ajuda física também.

Ânimo e confiança! Deus não deixará que você se perca nas estradas da vida, pois enviará seu anjo para ajudá-lo!

.: Reze ao seu anjo da guarda

::Súplica ao anjo da guarda

Formação: Maria e seus dogmas.

Maria teve mais filhos? Por que ela é santa? Realmente ela é virgem? Católicos, nossa igreja é rica em conhecimento sobre as sagradas escrituras. Conhecer a nossa doutrina significa que vamos amar mais ainda nossa igreja fundada pelo próprio Cristo. Muitos de nós saem de nossa casa e vão para o protestantismo e passam a nos atacar, mas se quer leram ou estudaram a nossa doutrina.

Sair da Igreja Católica para outra doutrina significa acreditar que Deus é ausente e inexistente. Teria Deus abandonado seu povo a ponto deixar que inventassem dogmas de fé? Teria Deus abandonado seu povo a ponto de não suscitar profetas que denunciassem esses supostos abusos?

Irmãos, creio que não. Portanto estudai nossa doutrina. Faça formações. A fé é como plantas, precisa de adubo para viver. Precisamos nos alimentar de formações para fortalecer nossa fé em Cristo e na sua Igreja.

Confira o estudo sobre Maria.

 

AIS lança campanha para doar meio milhão de Youcat`s a jovens brasileiros

Com o fim de ajudar os jovens brasileiros a aprofundarem o conhecimento da fé, faltando pouco menos de um ano de preparação para a próxima Jornada Mundial da Juventude no Rio de Janeiro, a Fundação Pontifícia Ajuda à Igreja que Sofre (AIS) no Brasil lançou a campanha “Meio Milhão de Catecismos para os Jovens”. Esta iniciativa tem por finalidade a publicação de 500 mil exemplares da edição brasileira do YOUCAT, um catecismo elaborado especialmente para a juventude com prefácio escrito por Bento XVI, e a sua distribuição gratuita para jovens de todo o país por meio do Episcopado brasileiro.

Desde 1997, a AIS conta com uma sede no Brasil, onde tem escritórios em São Paulo e no Rio de Janeiro. Anualmente esta associação católica apoia financeiramente cerca de 500 projetos de caráter solidário e pastoral no país, como por exemplo a Fazenda da Esperança, que é um dos programas mais eficazes de recuperação de jovens que caíram no vício das drogas ou do álcool.

Em diálogo com a ACI Digital, o diretor da AIS no Brasil, o Sr. José Lúcio Corrêa, explicou como surgiu a iniciativa de doar os Youcat`s por ocasião da JMJ Rio 2013: “A AIS decidiu iniciar esta campanha para doar meio milhão de catecismos YouCat para jovens porque são muitos os jovens brasileiros que não teriam meios de adquirir um livro como este, que nas livrarias custa cerca de R$ 30,00. E, da nossa parte, desejamos que o maior número possível de jovens brasileiros tenha este livro que os trará mais perto de Deus, ao responder suas principais perguntas sobre a fé”.

Segundo a informação da AIS Brasil, por conta de direitos autorais e outros impostos, a edição no Brasil tornou a obra um tanto cara. Assim, a Fundação elaborou um exemplar mais barato, sem capa dura. Porém, para a realização deste projeto de evangelização da juventude serão necessários dois milhões de Reais; um capital, que, até o momento, a AIS não possui.

“A história da AIS é assim. Aprovamos os projetos sem ter nada. Temos confiança de que, como é uma obra de Deus, Ele irá abençoar e vai tocar a alma das pessoas que vão ver a importância de contribuir”, disse José Lúcio Corrêa.

Segundo a informação oferecida pela Associação, a campanha “só termina quando todo o dinheiro for arrecadado”. Espera-se que os YOUCAT`s comecem a ser enviados a algumas dioceses brasileiras a partir do final de setembro.

“Gostaria que as pessoas tomassem consciência de que estão dando aos jovens o melhor presente que alguém pode lhes dar: a Fé. Além disso, gostaria que todos sensibilizassem outras pessoas. Que esta iniciativa de ajudar os jovens não fique somente em si. O bem é comunicativo. Que a pessoa que recebeu esta graça passe para frente”, expressou o Sr. José Corrêa.

“A AIS espera que a generosidade do povo brasileiro não falhará, pois trata-se de uma campanha importantíssima que visa aproximar os jovens de Deus. Hoje, e cada vez mais, há muitos jovens desorientados, que caem no mundo das drogas, da violência, que não veem sentido algum em suas vidas. Este precioso livro vai responder às suas perguntas básicas sobre a fé. Por isso convocamos os fiéis a realizarem uma doação para que possamos entregar ao maior número possível de jovens este catecismo fantástico”, afirmou o diretor da AIS Brasil a ACI Digital.

Para apoiar a campanha “Meio Milhão de Catecismos para os Jovens” é possível fazer doações através da internet, tornando-se benfeitor ou realizando uma doação on-line, ou ainda pelo 0800 77 099 27 (ligação gratuita).

Para mais informações, visite também o site da AIS Brasil em:
http://www.ais.org.br/info/projetos/item/392-meio-milhao-de-catecismos-para-os-jovens

7 perguntas sobre o Papa: por que é que o chamam Sumo Pontífice?

5. Por que é que se lhe chama Sumo Pontífice?

Sumo Pontífice significa sumo sacerdote porque tem em seu poder todos os poderes espirituais com que Cristo enriqueceu a sua Igreja. O Sumo Pontífice, bispo de Roma e sucessor de S. Pedro, “é o princípio e fundamento perpétuo e visível de unidade, tanto dos bispos como da multidão dos fiéis”(LG 23)

Contemplar o mistério
Esta Igreja Católica é romana. Eu saboreio esta palavra: romana! Sinto-me romano, porque romano quer dizer universal, católico; porque me leva a amar carinhosamente o Papa, il dolce Cristo in terra, como gostava de repetir Santa Catarina de Sena (Amar a Igreja, 11)

Para tantos momentos da História (que o diabo se encarrega de repetir) parecia-me muito acertada aquela consideração que me escrevias sobre a lealdade: “Trago todo o dia no coração, na cabeça e nos lábios uma jaculatória: Roma!”. (Sulco, 344)

A nossa Santa Mãe a Igreja, em magnífica extensão de amor, vai espalhando a semente do Evangelho por todo o mundo. De Roma à periferia. Ao colaborares nessa expansão, pelo orbe inteiro, leva a periferia ao Papa, para que a terra toda seja um só rebanho e um só Pastor: um só apostolado! (Forja, 638)