Papa vai canonizar Mártires de Cunhaú e Uruaçu

(Rádio Vaticano) – Em março deste ano, a Igreja no Brasil recebeu uma grande notícia: em audiência concedida ao prefeito da Congregação das Causas dos Santos, Cardeal Angelo Amato. O Papa Francisco aprovou os votos favoráveis da Sessão Ordinária dos Cardeais e Bispos Membros da Congregação sobre a canonização dos protomártires do Brasil.

Santos Católicos
Estes serão os primeiros mártires nascidos no Brasil a serem canonizados.

Trata-se dos seguintes Beatos: André de Soveral e Ambrósio Francisco Ferro, sacerdotes diocesanos, e Mateus Moreira e seus vinte e sete companheiros leigos, que em 1645, no Rio Grande do Norte, derramaram seu sangue por amor a Cristo.

Os chamados mártires de Cunhaú e Uruaçu foram beatificados no ano 2000. “Desde então o processo se intensificou e agora com esta aprovação do Santo Padre temos como certa a canonização”, disse, em entrevista concedida à colega Cristiane Murray, o arcebispo de Natal, Dom Jaime Vieira Rocha, que nos fala da alegria e júbilo com os quais a Igreja no Brasil, particularmente, a Igreja destes filhos do Rio Grande Norte, recebeu a alvissareira notícia:

“Devemos render graças a Deus e proclamar o belíssimo refrão do hino dos mártires: Mártires da fé, filhos do Rio Grande, homens e mulheres, jovens e meninos, pelo Bom Pastor deram o seu sangue. Nossa Igreja, em festa, canta os seus hinos. Então, nós estamos em festa com esta notícia, de muitas graças para a nossa Igreja. Podemos nos alegrar, render graças a Deus e convocar toda a nossa Igreja de Natal, do Brasil e do Rio Grande do Norte para esta grande ação de graças pela canonização dos nossos mártires. Desde 2000, quando foram beatificados, o processo se intensificou e agora, o Papa Francisco certamente, com muitas alegria, aprovando os votos da Congregação, teremos como certa a canonização. Isto para nós é motivo de alegria; que a intercessão dos nossos mártires pela nossa Igreja no Brasil, pela nossa Arquidiocese e por todo o povo de Deus seja um sinal de esperança, de testemunho, de convicção na vivencia da nossa fé. Eles são um exemplo porque deram a vida, derramaram o sangue, na vivência de sua fé”.

Em 16 de julho de 1645, o Pe. André de Soveral e outros 70 fiéis foram cruelmente mortos por 200 soldados holandeses e índios potiguares. Os fiéis estavam participando da missa dominical, na Capela de Nossa Senhora das Candeias, no Engenho Cunhaú – no município de Canguaretama (RN). Em 03 de outubro de 1645, três meses depois, houve o massacre de Uruaçú. Padre Ambrósio Francisco Ferro foi torturado e o camponês Mateus Moreira, morto.

Os invasores calvinistas não admitiam a prática da religião católica.

Curiosidade

Protomártir (em grego: πρότος, prótos – “primeiro” + μάρτυρας, mártyras – “mártir”) é um termo utilizado para designar o primeiro mártir cristão em um determinado país. Alternativamente, se utilizado sem nenhuma outra qualificação, refere-se a Santo Estevão, o primeiro mártir da igreja cristã, ou a Santa Tecla, a primeira mulher martirizada.

(RL/CM)

Brasil ganha um novo Beato: Padre Victor de Três Pontas-MG

Rádio Vaticano | O Santo Padre autorizou a Congregação das Causas dos Santos, em no dia 5 de junho p.p., a promulgar o Decreto concernente ao milagre atribuído à intercessão de Francisco de Paula Victor.

Biografia

Padre Francisco de Paula Victopadrevictorr nasceu em Campanha, no sul de Minas, em 12 de abril de 1827, durante o período da escravidão negra. Ao entrar para o Seminário, sofreu muito pelos preconceitos dos seus colegas, que o humilhavam e o maltratavam com serviços braçais. Aos poucos, Victor foi conquistando a todos pela sua conduta íntegra e grande humildade. Durante o seu ministério catequizou e instruiu o povo, edificando a Escola Sagrada Família para crianças e jovens.

Ministério sacerdotal

Ordenado em 14 de junho de 1851, Pe. Victor foi vigário paroquial, em Campanha, por 14 meses. Enviado como pároco para Três Pontas, ali permaneceu por 53 anos, até a sua morte, aos 23 de setembro de 1905.

Falecimento

A notícia abalou a cidade e toda a região, que já o venerava. Seu corpo, que ficou exposto durante três dias, exalava agradável perfume. Devido ao grande número de pessoas que compareceram ao sepultamento, foi feita uma procissão pelas ruas da cidade, voltando novamente à Matriz – por ele construída -, onde foi enterrado.

Virtudes

A sua caridade para com o próximo o tornou popular. Sua fama de sacerdote virtuoso espalhou-se para além do território da paróquia. Em um país que muito tem lutado para superar os preconceitos raciais, a Causa de Beatificação do Padre Victor enche de coragem a todos os que procuram ter uma vida justa e reta. Um santo negro, como o nosso Pe. Victor, orienta-nos para Deus, que não faz acepção de pessoas, mas a todos acolhe com ternura e compaixão.

Causa de Beatificação

O processo de Beatificação teve início em 13 de julho de 1993 e complementado em agosto de 1998. A Congregação das Causas dos Santos o aceitou em 2002. Bento XVI reconheceu a prática das suas virtudes heroicas, aos 12 de maio de 2011. Hoje, o Papa Francisco autoriza a promulgar o Decreto concernente ao milagre atribuído a este Servo de Deus, um milagre reconhecido pela cura inexplicável de um morador da cidade. A cura foi reconhecida por uma junta médica do Vaticano e por uma comissão de teólogos. “

Dois novos santos no Brasil: “O Anjo surfista” e Dom Luciano Mendes tem processos de beatificação abertos

Dom Luciano Mendes
Dom Luciano governou a diocese de Mariana por 18 anos e deu prioridade ao pobres

O Brasil pode ganhar dois novos santos. A Arquidiocese do Rio e a Diocese de Mariana abriram processos de canonização de seminarista Guido Schäffer conhecido como o “Anjo surfista” e de Dom Luciano Mendes que foi bispo de Mariana-MG.

“Dom Luciano é carioca. Seu processo foi aberto nesta cidade mineira, porque foi lá que ele morreu. Dom Luciano trabalhou muito para os pobres. Seu processo tem muitas pessoas a serem convocadas, especialmente os mais carentes. Sua vida é apaixonante”, disse Dom Roberto.

Conheça as histórias

“Anjo surfista”

Guido Schäffer faleceu no dia 1º de maio de 2009, com 34 anos de idade, vítima de uma contusão na nuca que gerou desmaio e afogamento, enquanto surfava, na Praia da Barra da Tijuca, no Rio de Janeiro. O jovem ia ser ordenado sacerdote apenas algumas semanas depois dessa data.

Seminarista Anjo Surfista
Seminarista conhecido como “Anjo Surfista” pode virar santo em breve.

Apesar de sua morte inesperada, o jovem Guido é lembrado com muito carinho por formadores e seminaristas do Seminário São José, onde estudou teologia.

Sua história, assinala a arquidiocese do Rio, “inspira cada vez mais outros jovens a seguirem o caminho de santidade sem deixarem de viver todas as coisas próprias da juventude”.

O chamado “Anjo surfista” deixou uma marca entre os mais necessitados devido ao trabalho que fazia com os indigentes junto às irmãs missionárias da Caridade, a congregação fundada pela Beata Teresa de Calcutá.

“Ele trabalhava na Santa Casa da Misericórdia e tinha o desejo de morar lá depois que fosse ordenado sacerdote. Era filho de médicos, tinha uma boa condição financeira, mas não tinha apegos materiais. Era muito dedicado aos outros e um homem de muita fé, apaixonado pela palavra de Deus”, assinalou em maio deste ano Dom Roberto Lopes, Vigário Episcopal para as Causas dos Santos.

“No dia de suas exéquias, a Igreja Nossa Senhora de Copacabana esteve repleta de bispos, sacerdotes e muitas pessoas que manifestaram que ele foi um jovem diferente e que amava profundamente a Deus”, assinala o sacerdote.

O Vigário recordou também que durante a Jornada Mundial da Juventude celebrada no Rio em agosto de 2013, muitas pessoas visitaram a exposição sobre a vida deste jovem.

“Foi impressionante a quantidade de pessoas que visitaram a exposição e ainda hoje muitos procuram informação e atribuem graças alcançadas por sua intercessão. A vida de Guido surpreende”, conclui Dom Roberto.

Dom Luciano Mendes

“Em que posso lhe ajudar”. A conhecida frase de Dom Luciano ainda ecoa e é repetida por aqueles que conviveram e aprenderam com ele. O bispo, que governou a Diocese de Mariana durante 18 anos, faleceu no dia 27 de agosto de 2006 com fama de santidade. Sua última frase antes de morrer foi: “cuidem dos pobres, não se esqueçam dos pobres”.

Dom Roberto afirmou que Dom Luciano era muito amigo do Cardeal Van Thuan, o bispo da capital do Vietnã que ficou preso treze anos, sendo nove em isolamento completo, quando os comunistas iniciaram uma perseguição aos católicos.

“Vemos assim os futuros santos que se encontraram no Século 20 e tiveram muitas partilhas”, ressaltou Dom Roberto.

SANTOS DO BRASIL: Bento XVI reconhece virtudes heróicas de padre brasileiro

Bento XVI recebeu, na manhã desta quinta-feira, 10, em audiência privada, o Cardeal Angelo Amato, Prefeito da Congregação para as Causas dos Santos. Durante a audiência, o Papa autorizou a promulgação de diversos decretos de milagres e de virtudes heróicas, entre eles, o do Servo de Deus Francisco de Paula Victor, padre brasileiro de Campanha, Minas Gerais.

Padre Victor de Campanha, como é conhecido, nasceu em 12 de abril de 1827 e morreu na cidade de Três Pontas (MG), em 1905.

Além dessa promulgação, no decreto, o Santo Padre estendeu a toda Igreja o culto litúrgico em honra à Santa Ildegarda di Bingen, inscrevendo-a no catálogo dos Santos. Santa Ildegarda era monja da Ordem de São Bento, nasceu em Bermershein, na Alemanha, em 1089 e morreu em Rupertsberg, Alemanha, em 17 de setembro de 1179.

Foram reconhecidos também os milagres atribuídos à intercessão dos veneráveis Servos de Deus Tommaso da Olera (conhecido como Tommaso Acerbis) e Maria Troncatti; e ainda o martírio dos Servos de Deus Federico Bachstein e 13 companheiros da Ordem dos Frades Menores, Raimondo Castaño González e Giuseppe Maria González Solís, Giacomo Puig Mirosa e 18 companheiros da Congregação das Filhos da Sagrada Família de Jesus, dos leigos Maria, Giuseppe e Sebastiano Llorens Telarroja e do italiano Odoardo Focherini.

O Papa reconheceu também as virtudes heróicas dos Servos de Deus Federico Ireneo Baraga, Pasquale Uva, Baldassarre Emanuele Pardal Vidal, Giacomo Sevin, Maria Giuseppa do Santíssimo Sacramento, Miriam Teresa Demjanovich, Emilia Engel, Rachele Ambrosini, Maria Bolognesi e Felice Francesco Giuseppe.

Nhá Chica será próxima beata do Brasil

Começa uma nova etapa para a difusão da causa dos candidatos a santo no Brasil. Uma boa novidade sobre a beatificação de Nhá Chica, Venerável que viveu e morreu em Baependi, sul de Minas Gerais, foi destacada no encontro realizado em Mairiporã (SP), que começou na quinta-feira, 23, e terminou no sábado,25.

Veja o vídeo:

Nhá Chica

Links da Semana

Hoje vamos apresentar dois links muitos bons. O primeiro é do blog Verdade Nossa. Este blog é do . Ele é pregador , membro da RCC de Ipatinga-MG, e como se descreve em seu blog é “apenas um apaixonado pela Igreja Católica!!!! Que espera ajudar , principalmente os jovens a despertar o amor e a vontade de conhecer a Igreja Católica!

Confira o blog Verdade Nossa.

Outro link que vou indicar é o site Santos do Brasil. Segundo seus criadores o site surgiu com o intuito de “divulgar os os santos que viveram entre no Brasil.”  Eles dizem ainda que querem “divulgar suas biografias, e dar dicas para que cada um possa ler e aprofundar seus conhecimentos sobre a matéria.”

Confira o site http://www.santosdobrasil.org/