Cinco coisas que deve saber sobre a Quaresma

(ACI).- A Quaresma é um tempo litúrgico em que por 40 dias a Igreja chama os fiéis à penitência e à conversão, para preparar-se verdadeiramente para viver os mistérios da Paixão, Morte e Ressurreição de Cristo na Semana Santa.

timthumb

Estes são cinco pontos que deve saber sobre a Quaresma:

1 – Oração, mortificação e caridade: as três práticas quaresmais

A oração é uma condição indispensável para o encontro com Deus. Na oração, o cristão entra no diálogo íntimo com o Senhor, deixa que a graça entre em seu coração e, como Maria, abre-se para a oração do Espírito cooperando com ela em sua resposta livre e generosa (ver Lc 1,38).

A mortificação se realiza cotidianamente e sem a necessidade de fazer grandes sacrifícios. Com ela, são oferecidos a Cristo aqueles momentos que geram desânimo no transcorrer do dia e se aceita com humildade, gozo e alegria, todas as diversidades que chegam.

Da mesma forma, saber renunciar a certas coisas legítimas ajuda a viver o desapego e desprendimento. Dentro dessa prática quaresmal, estão o jejum e a abstinência que serão explicados mais adiante.

A caridade é necessária como refere São Leão Magno: “Se desejamos chegar à Páscoa santificados em nosso ser, devemos pôr um interesse especialíssimo na aquisição desta virtude, que contém em si as demais e cobre multidão de pecados”.

Sobre esta prática, São João Paulo II explica que este chamado a dar “está enraizado no mais profundo do coração humano: toda pessoa sente o desejo de colocar-se em contato com os outros e se realiza plenamente quando se dá livremente aos demais”.

2 – O jejum e abstinência

O jejum consiste em fazer uma refeição forte por dia, enquanto a abstinência consiste em não comer carne. Com ambos os sacrifícios reconhecemos a necessidade de fazer obras para reparar o dano causado por nossos pecados e para o bem da Igreja.

Além disso, de forma voluntária, deixam-se de lado necessidades terrenas e se redescobre a necessidade da vida do céu. “Não só de pão vive o homem, mas de toda palavra que procede da boca de Deus” (Mt 4,4).

O jejum não proíbe de tomar um pouco de alimento na parte da manhã e à noite. É obrigatório dos 18 aos 59 anos.

Por outro lado, a abstinência, embora se proíba o consumo de carne, não é o caso de ovos, leite e qualquer condimento feito a partir de gorduras animais. São dia de abstinência todas as sextas-feiras do ano e é obrigatório a partir de 14 anos de idade.

3 – Quaresma começa com a Quarta-feira de Cinzas e termina na Quinta-feira Santa

Na Quarta-feira de Cinzas começam os 40 dias de preparação para a Páscoa. Após a Missa, o sacerdote abençoa e impõe as cinzas feitas de ramos de oliveira abençoadas no Domingo de Ramos do ano anterior. Estas são impostas fazendo o sinal da cruz na testa e dizendo as palavras bíblicas: “Lembra-te que és pó e ao pó retornarás” ou “Arrependei-vos e crede no Evangelho”. Desta forma, a cinza é um sinal de humildade e recorda ao cristão sua origem e seu fim.

A Quaresma termina na Quinta-feira Santa. Nesse dia, a Igreja comemora a Última Ceia do Senhor, quando Jesus de Nazaré compartilhou a refeição pela última vez com seus apóstolos antes de ser crucificado na Sexta-feira Santa.

4 – A duração da Quaresma está baseada no símbolo do número 40 na Bíblia

Os 40 dias da Quaresma representam o mesmo número de dias que Jesus passou no deserto antes de começar sua vida pública, os quarenta dias do dilúvio, os quarenta dias da marcha do povo judeu pelo deserto, os quarenta dias de Moisés e Elias na montanha e os 400 anos que durou a estada dos judeus no Egito.

Na Bíblia, o número quatro simboliza o universo material, seguido de zeros significa o tempo de nossa vida na terra, seguido de provas e dificuldades.

5 – Na Quaresma, a cor litúrgica é o roxo

A cor litúrgica deste tempo é o roxo, que significa luto e penitência. É um tempo de reflexão, penitência, conversão espiritual; tempo para preparar o mistério pascal.

Por que Paulo diz que “é como um aborto”?

250px-James,_the_Just1Em tempos de zika, dengue e chikungunya, onde os abortistas bradam contra a vida, e usam da zika para justificar o aborto em si, São Paulo se coloca como um milagre da vida. Isso mesmo!

São Paulo, na 1ª carta aos Coríntios, 15, 8 diz:

” (…) por último, apareceu também a mim, que sou como um aborto.”

No início, isso assusta. Como assim, São Paulo se coloca como um aborto? É preciso entender melhor o que é o aborto e principalmente naquela época.

Hoje, mesmo com condições médicas avançadas um aborto é complicado. Não me venham falar que é por causa de clínicas clandestinas. Pelo contrário, somente mulheres que passaram por isso sabem como é a dor e as complicações físicas e psicológicas. Imaginem como não era naquela época. Com a medicina longe, mas longe mesmo do que é hoje.

Muitos estudiosos e historiadores afirmam que o aborto naquela época, bem como hoje, levavam a mãe e a criança a morte. Nesta fala de São Paulo, ele se coloca nesta situação.

Para entender tudo isso é preciso ler entre linhas 

No livro “Exercícios espirituais de Santo Inácio de Loyola”, ele lança a seguinte afirmação sobre São Paulo:

Sua conversão e vocação ao apostolado, que ele sempre considerou como um verdadeiro nascimento, foi imprevista e imprevisível como um nascimento prematuro (Um aborto). (pag 230)

No entanto, temos de ir mais fundo ainda. Paulo, se coloca como um feto que está nascendo em época errada, mas que somente por seu nascimento é que haverá a esperança de vida. Sei que é contraditório, mas é perfeitamente entendível quando olhamos para trás e vemos a vida de Saulo, Paulo antes da conversão.

Como ele era:

  1. Soldado do Império Romano;
  2. Perseguidor de cristãos;
  3. Cruel;
  4. Assassino;
  5. Sem fé;

São alguns adjetivos que caberiam perfeitamente na vida de Paulo antes do caminho de Damasco, quando se encontra com seu médico obstetra, Jesus Cristo.

É importante observermos para que entendamos o que aconteceu. Paulo se diz aborto por causa de tudo isso. Ele estava morrendo e matando sua mãe, a Igreja. Essa metáfora de Paulo não é perceptível a todos. Por isso temos que ler entre linhas.

Quando uma criança está para ser abortada e uma mãe a perder o seu filho e podendo perder sua vida, o médico dos médicos vai ao encontro dos dois. O veneno que causava o aborto era o império, que persistiu na perseguição por muito tempo, mas sucumbiu ao milagre da vida dado por Cristo.

A Igreja sofria nas mãos de Paulo, até então Saulo. A mãe morria. Saulo, o filho, estava morrendo também por não saber a verdade: que Cristo era o “Caminho a Verdade e a Vida”. Dois em risco.

Por isso tudo, Paulo se apresenta a Coríntios como “um aborto”, para que aquela comunidade entenda o poder de Deus sobre a vida. Ele pode dar vida e vida em abundância. E mesmo diante da morte, ele tem o poder de salva-la.

A expressão usada por Paulo nos leva a entender que ele dava testemunho por ser a prova viva do milagre de Deus sobre a vida. Que o que antes matava, hoje levava a Palavra de esperança. O que era morte se fez milagre. Por meio de Paulo, a mãe Igreja, peregrinou e cresceu por espaços ainda não visitados pelos apóstolos. Se expandiu e abraçou novos filhos. Novas vidas.

Por que sou contra o aborto

Rapidamente vou falar sobre isso. Primeiramente porque não nos foi dado o direito de tirar a vida. Segundamente Depois, porque temos vários métodos preventivos. Embora o melhor seja a castidade. Terceiramente Sei que há casos extremos, como o estupro e repeito a lei. Mas reduzir esses casos fazendo a lei ser cumprida. Quartamente O inimigo é o mosquito e não a criança, no caso de Zika e tantas outras patologias.  Por fim, Deus nos deu vida e não morte. A maioria das pessoas que defendem o aborto mal sabem a dor que é fazer isso.

por Marquione Ban.

 

Carnaval com Jesus!!!!

Um dos eventos mais esperados por muitos jovens católicos são as “micaretas católicas”. Ou melhor, os eventos realizados em muitas cidades intitulados Carnaval com Jesus”. Em minha cidade, Ipatinga-MG, não é diferente. Durante os dias 6, 7, 8 e 9 de fevereiro, no hall do Estádio Ipatingão, Parque Ipanema, jovens de toda a cidade e cidades vizinhas farão da diversão do carnaval comum um momento de louvor e amor ao Pai.

1933729_621835254625215_3515600322172800075_n
Acesse a fanpage deles e saiba mais facebook.com/rccanunciai

O Anunciai 2016, como é chamado o carnaval aqui, é tradicional. Realizado pela RCC – Renovação Carismática Católica – o Anunciai terá como programação oração do Terço Mariano, Louvor e Pregação, Missa e depois de tudo isso show.

Já confirmaram presença no evento, Dom Marco Aurélio, bispo de Itabira e Cel. Fabriciano e também o Bispo emérito da diocese Dom Odilon Guimarães. Os padres locais Willian Pires, paróquia de Santana em Santana do Paraíso-MG, e Jefferson Veronês, da paróquia de Nossa da Perpetuo Socorro, Belo Oriente-MG. Também participa do evento Daniela Almeida, membro do Ministério Jovem de Minas Gerais.

Veja uma das atrações confirmadas:

Veja ai na sua cidade? Tem carnaval com Jesus? Como é? Deixe a programação e como é nos comentários.

Após perdão, imagem de padre Cícero entra em igreja católica pela 1ª vez

pc
Primeira vez que a Imagem de Padre Cícero entra na igreja em festa oficial da Diocese de Crato

DO G1 | Os católicos fiéis a padre Cícero Romão Batista, considerado santo popular no Nordeste, celebraram um dia histórico neste sábado (30) em Juazeiro do Norte: pela primeira uma imagem do padre foi autorizada a entrar dentro de um templo católico, permitido após o perdão da Igreja ao padre. O evento ocorreu durante a romaria das Candeias, que atrai cerca de 300 mil católicos à cidade. CONTINUE LENDO…

Por que a Caridade é maior que a Fé e a Esperança?

Na liturgia de hoje, São Paulo nos apresenta a três aspectos, ou melhor, virtudes dos cristãos. Fé, Caridade e Esperança. Mas São Paulo enfatiza:

A maior delas é a caridade. (1 Cor 12, 13)

Por que a Caridade é a maior? Muitos ficaram e ficam com essa dúvida, afinal é preciso ter fé para seguir Jesus e esperança para caminhar nessa terra cheia de perseguições e abandonadores do Pai. Deixamos Deus em último plano eliminando nossa Fé e Esperança, bem como nossa Caridade.

CARIDADE
“Não devemos permitir que alguém sai de nossa presença sem se sentir melhor e mais feliz” -Madre Teresa 

A Caridade é a maior por um motivo simples. Só e pode ter caridade se se tem amor. E amor é…

Aquele que não ama não conhece a Deus; porque Deus é amor. (1 João 4, 8b)

Deus é amor. Se a Caridade nasse do amor ela então vem de um só lugar: Deus. Se estamos com ele, praticamos e temos nossa fé e esperança. Essas duas últimas podem ser até mais fracas, mas não existem se tiver a caridade.

Quem exerce o bem alimenta a fé no outro e em Deus. Mesmo que não admita. Alimenta a esperança de um mundo melhor, pessoas melhores. De um paraíso. De um céu, que é dado de graça por Cristo a todos que o seguem.

caridade_3
“A falta de amor é maior de todas as pobrezas.” – Madre Teresa

Por tudo isso, a Caridade é a maior. Sem amor, nada somos além de carne contra carne. Além de cascas vazias prontas para receber o mal que o mundo oferece.

Ame mais! Tenha caridade!

por Marquione Ban

Ainda educamos nossos filhos para serem racistas

Por mais que falamos de amor o tempo todo, ainda não o praticamos. Tudo começa em casa. Educamos nossas crianças para cometerem pré-julgamentos e os deixamos cheios de preconceitos. Veja o vídeo.

O que podemos fazer para evitar isso? Como combater essa falta de amor que se espalha em nossa sociedade? Deixe sua opinião.

Imagem de Nossa Senhora é atacada no Rio Grande do Sul

ACI – Um ato de vandalismo danificou uma imagem de Nossa Senhora de Caravaggio, em Farroupilha (RS), recém-inaugurada. Imagens de câmeras de segurança registraram a ação de dois homens, na madrugada de domingo, 3, por volta das 2h35, atacando a estátua.

O vídeo, publicado na página de Facebook do Santuário dedicado à Virgem, mostra quando dois homens chegam de moto ao local, descem, atacam a imagem com golpes, ateiam fogo e vão embora. A estátua ficou com os dedos da mão quebrados e os pés queimados. A imagem da devota Joaneta (camponesa que testemunhou a aparição da santa em 1432) ficou com o nariz e as mãos estragadas.

Os responsáveis pelo ato ainda não foram identificados. Em sua página na rede social, o Santuário afirma que “qualquer informação sobre os elementos envolvidos será de grande ajuda”.

Virgen4_2
Foto: facebook do Santuário de Caravaggio

Após o ocorrido, foi divulgada uma nota de repúdio, que expressa a perplexidade “diante de tal atitude”.

“Toda a forma de intolerância e fundamentalismo religioso não edificam. O nosso tempo exige respeito, diálogo entre as culturas e as religiões”, afirma a nota.

Também ao site localPioneiro, o reitor do Santuário, Padre Gilnei Fronza, destacou que este ato se caracteriza como fundamentalismo religioso. Ele recordou que em novembro de 2015, capitéis de Garibaldi, Caxias do Sul e Farroupilha foram depredados, tiveram suas estruturas danificadas, bem como imagens de santos nelas abrigadas.

“Rogamos por estas pessoas para que possam mudar a sua mentalidade e suas atitudes. Este fato fere o nosso sentimento religioso, mas a nossa devoção e fé em Nossa Senhora não serão abalados”, diz a nota do Santuário.

A imagem de Nossa Senhora de Caravaggio danificada pelo vandalismo foi instalada no dia 12 de dezembro, após a comunidade se unir para a substituição da estátua antiga, cuja aparência não agradava aos fiéis.

Foram arrecadados R$80 mil para a confecção na nova estátua, que tem 6,3 metros, 25 toneladas de concreto e 400 quilos de ferro.

Hoje é dia de Nossa Senhora da Imaculada Conceição. Viva a Nossa Senhora!!!!

Hoje é dia de Nossa Senhora da Imaculada Conceição. Nossa Senhora sem pecado original. Foi neste dia que tomei a decisão de retomar as publicações deste blog, que a princípio era apenas um trabalho acadêmico. Me assustei ao entrar em um dia 08 de dezembro na plataforma de edição do blog e me deparar que um post de um ano atrás, referente a missa de Nossa Senhora da Imaculada Conceição em minha paróquia, ter atingido um alto número de visualizações. Por causa disso, as bençãos de Maria, entendi que tinha de evangelizar pela internet.

Hoje, não só celebro o dia de Nossa Senhora da Imaculada Conceição, mas também o dia da padroeira deste blog. Anunciar Jesus é nossa missão. Viva a Maria, concebida sem pecado original. Pura virgem, nossa mãe e mãe de Deus.

Imaculada Conceição

Conheça a história de Nossa Senhora da Imaculada Conceição: 

Mais do que memória ou festa de um dos santos de Deus, neste dia estamos solenemente comemorando a Imaculada Conceição de Nossa Senhora, a Rainha de todos os santos.

Esta verdade, reconhecida pela Igreja de Cristo, é muito antiga. Muitos padres e doutores da Igreja oriental, ao exaltarem a grandeza de Maria, Mãe de Deus, usavam expressões como: cheia de graça, lírio da inocência, mais pura que os anjos.

A Igreja ocidental, que sempre muito amou a Santíssima Virgem, tinha uma certa dificuldade para a aceitação do mistério da Imaculada Conceição. Em 1304, o Papa Bento XI reuniu na Universidade de Paris uma assembleia dos doutores mais eminentes em Teologia, para terminar as questões de escola sobre a Imaculada Conceição da Virgem. Foi o franciscano João Duns Escoto quem solucionou a dificuldade ao mostrar que era sumamente conveniente que Deus preservasse Maria do pecado original, pois a Santíssima Virgem era destinada a ser mãe do seu Filho. Isso é possível para a Onipotência de Deus, portanto, o Senhor, de fato, a preservou, antecipando-lhe os frutos da redenção de Cristo.

Rapidamente a doutrina da Imaculada Conceição de Maria, no seio de sua mãe Sant’Ana, foi introduzido no calendário romano. A própria Virgem Maria apareceu em 1830 a Santa Catarina Labouré pedindo que se cunhasse uma medalha com a oração: “Ó Mariaconcebida sem pecado, rogai por nós que recorremos a vós”.

No dia 8 de dezembro de 1854, através da bula Ineffabilis Deus do Papa Pio IX, a Igreja oficialmente reconheceu e declarou solenemente como dogma: “Maria isenta do pecado original”.

A própria Virgem Maria, na sua aparição em Lourdes, em 1858, confirmou a definição dogmática e a fé do povo dizendo para Santa Bernadette e para todos nós: “Eu Sou a Imaculada Conceição”.

Nossa Senhora da Imaculada Conceição, rogai por nós!

Diocese nos Estados Unidos estuda o caso da “hóstia que sangra”

(ACI).- A diocese do Salt Lake City nos Estados Unidos iniciou uma investigação sobre um fato que chamou atenção dos fiéis. Uma hóstia consagrada devolvida ao celebrante da missa, e posta em um copo d´água, ainda não se dissolve, e dentro dela é possível ver marcas de sangue. O caso está ficando conhecido como a “hóstia que sangra”.

CUvxK9mWUAEmKHd

No último 27 de novembro, a diocese de Salt Lake enviou à imprensa uma declaração sobre a “hóstia que sangra”, que se encontrava na Igreja de São Francisco Xavier.

O canal KUTV de Utah assinala que um sacerdote dessa igreja deu a hóstia consagrada a um menino para que comungasse e um parente disse ao presbítero que o pequeno não tinha feito sua primeira comunhão – ou não era católico – e por isso a devolveu.

A hóstia logo foi colocada em água para que se dissolvesse como costuma fazer-se nestes casos de acordo com as normas litúrgicas.

Entretanto, a hóstia não se dissolveu e ainda, depois de alguns dias, apareceram nela manchas vermelhas, talvez de sangue. Alguns sugerem que poderia tratar-se de um milagre, enquanto outros afirmam causas naturais para o acontecimento.

O fato é que o Administrador Diocesano do Salt Lake City, Mons. Colin F. Bircumshaw, designou uma comissão ad hoc de “indivíduos de distintos campos para investigar o tema”.  O grupo inclui cientistas e pesquisadores.

“O processo já está em marcha e os resultados serão feitos públicos”, indicam as autoridades da diocese.

A hóstia que é objeto da investigação está sob custódia do Administrador Diocesano. “Diferentemente do que assinalam os rumores, não há planos de expô-la publicamente ou para a adoração”, precisa o texto.

A declaração, que leva a assinatura do Mons. M. Francis Mannion, Presidente do Comitê de investigação, assinala ainda que “qualquer que seja o resultado da investigação, podemos usar este tempo para renovar nossa fé e devoção no maior dos milagres: a presença real de Jesus Cristo que se dá em cada Missa”.

Igreja de árvores é ‘cultivada’ durante 4 anos

GALILEU | Na Nova Zelândia, no jardim de Brian Cox, existe uma igreja feita de árvores – que demorou 4 anos para ser cultivada.

  (Foto: reprodução)(FOTO: REPRODUÇÃO)

Cox é o dono de uma empresa chamada Treelocations, que usa uma técnica para plantar árvores de formas diferentes. No seu jardim, ele construiu uma estrutura de ferro em forma de igreja e selecionou plantas que permitissem a entrada da luz solar dentro dessa estrutura. Em 4 anos, ele tinha uma igreja de árvores no jardim.

Confira o vídeo:

“Artista” furta 242 hóstias consagradas e forma palavra “pederastia” com elas

Acordo hoje com essa notícia. Então começo a pensar no porquê? A resposta não existe. Essa pessoa, que se diz artista, rouba hóstias consagradas, e para quem não entende, elas são para o Corpo e Sangue de Cristo Jesus, simplesmente para fazer arte.

Sabe, acho que não estou nesse mundo de hoje. Onde é normal profanar as coisas santas. Pinchar igrejas, roubar o Corpo de Cristo, profanar a Palavra de Deus e as pessoas ainda chama isso de arte. Rezemos pelo nosso mundo. Rezemos pelas pessoas. Rezemos por nós.

///////////////////////////////

(ACI).- O município de Pamplona (Espanha) permitiu a mostra sacrílega de Abel Azcona, que, depois de roubar 242 hóstias consagradas durante as missas simulando que ia comungar, colocou-as no chão formando a palavra “pederastia”. As fotos de como foi realizado o roubo das hóstias estão expostas em uma sala pública de arte em Pamplona, patrocinada pela prefeitura da cidade governada pela aliança independentista vasca, Bildu. A Plataforma “Abogados Cristianos” (em português: Advogados Cristãos) fez uma denúncia contra Azcona por violação do Código Penal espanhol e estipulou que até a próxima quinta-feira a prefeitura retire tal exposição sacrílega.

A assessora de cultura do município, Maider Beloki, apresentou a mostra com o título de “Enterrados” durante a última sexta-feira, a qual contém fotografias de como as hóstias consagradas foram roubadas e colocadas no chão. As hóstias permaneceram no chão até que um cidadão as retirou da exposição.

Polonia Castellanos, porta-voz da Plataforma Abogados Cristianos, declarou ao Grupo ACI que colocaram uma queixa contra o autor da exposição por “haver cometido em delito contra os sentimentos religiosos e a profanação, que estão nos artigos 524 e 525 do Código Penal espanhol”.

“O município de Pamplona também recebeu o prazo para que até a próxima quinta-feira a exposição seja fechada. Caso contrário, ampliaremos a queixa em grau de cumplicidade e cooperação necessária”, precisou Castellanos.

Nesse sentido, a Plataforma Abogados cristianos também manifestou que ficou surpreendida pela colaboração do município nesta profanação. “Não sei por que um município, de qualquer política que seja, permitiu algo que claramente é considerado um delito”.

“Em princípio, os poderes públicos como o município existem a fim de velar que delitos como estes não aconteçam, mas não para ajudar que estes sejam cometidos. O código penal é o mesmo para todos e se não tirarem a exposição antes desta quinta-feira, deverão responder por isso”, assegurou Castellanos.

Caso Abel Azcona tivesse antecedentes penais, como existem indícios disso, poderia pagar não só uma multa, mas também passaria pela prisão.

A plataforma Maslibres.org se manifestará hoje à tarde ante a Prefeitura de Navarra a fim de protestar pelo uso “de um espaço municipal para albergar o maior ataque dos últimos anos contra os católicos”.

Conforme explica Maslibres.org, a exposição fotográfica “é um flagrante ataque às liberdades e um espetáculo que demonstra a pobreza moral e criativa do suposto artista”.

“A cessão de um espaço municipal que todos os cidadãos da capital forense contribuem a manter com seus impostos, converte o Governo municipal em cúmplice do que se pode considerar o maior ataque dos últimos anos contra os católicos”, acrescentou Miguel Vidal, porta-voz da associação.

Até agora foram recolhidas mais de 18 mil assinaturas na plataforma change.org a fim de que a Prefeitura retire totalmente e de maneira imediata tal exposição que atenta contra os sentimentos religiosos.

Para assinar a retirada desta exposição sacrílega acesse esta página em espanhol: https://www.change.org/p/ayuntamiento-de-pamplona-paren-ya-esta-grave-profanaci%C3%B3n-p%C3%BAblica-es-un-delito

Etiquetas: sacrilégio, Roubo sacrílego, Profanação, Igreja na Espanha, hóstias,consagração

O livos apócrifos

Canção Nova | Padre Antônio Xavier, mestrando em Sagradas Escrituras e sacerdote da Comunidade Canção Nova em missão na Terra Santa, responde a questões sobre os polêmicos livros apócrifos.

Na entrevista, o padre explica o que são, suas origens, como a Igreja lida com estes livros e como os fiéis católicos devem utilizá-los. Além disso, o sacerdote apresenta uma lista completa sobre os atuais livros apócrifos.

noticias.cancaonova.com: O que são os livros apócrifos? A Igreja se utiliza desses livros de alguma forma? Como isso acontece?

Padre Antônio Xavier: A palavra “apócrifo” significa “escrito secreto, reservado, oculto, não lido publicamente”. Quando se fala da Bíblia este tipo de escrito se opõe ao canônico que significa “reto, direito, norma ou ainda lista oficial”. Canônicos são os livros reconhecidos como inspirados e apócrifos são os livros que procuram completar as lacunas dos livros canônicos, ou possuem o mesmo conteúdo dito de forma diferente, ora acrescentando, ora modificando ou ainda contradizendo completamente, não aceitos como inspirados. Existem apócrifos tanto do Antigo Testamento como do Novo Testamento.

A lista dos livros canônicos foi fortemente discutida nos primeiros séculos até que em 382, no Concílio de Roma, o Papa Dâmaso estabelece o cânon (Cfr. Denzinger n.84) e publica a Vulgata. Até este tempo alguns apócrifos eram utilizados como referência a detalhes não tratados nos livros canônicos, mas nunca na liturgia. Alguns apócrifos apresentam os apóstolos como seus autores, mas é uma autoria falsa porque, na verdade, foram escritos bem depois da morte dos apóstolos.

Podemos dizer que os apócrifos, sobretudo do Novo Testamento, deixaram sua marca na arte e até na Tradição da Igreja. Exemplo disso é a sexta estação da via-sacra que fala da Verônica que seca o rosto de Jesus com um pano; os nomes de Joaquim e Ana, pais de Maria; diversas pinturas e mosaicos em igrejas dos primeiros séculos, e etc. Os apócrifos do Antigo Testamento deixaram sua marca, mesmo dentro do Novo Testamento onde na Carta de São Judas é citada uma batalha entre São Miguel e o Diabo pelo corpo de Moisés.

Com a divulgação da lista oficial dos livros inspirados, os apócrifos passaram a ser cada vez mais evitados terminando por desaparecerem durante muitos séculos.

A Igreja utiliza os apócrifos só naquilo que podem ajudar a compreender melhor os livros canônicos, é um uso apenas no estudo, não na liturgia, muito menos catequético. Explico-me: como alguns deles tendem a preencher lacunas dos canônicos, podem representar ao menos uma pista para tentarmos recuperar uma informação antiga, como o trajeto feito pela Sagrada Família quando foram para o Egito, e etc. Mesmo os que são heréticos, erram em dados de fé, podem conter informações históricas que podem ser investigadas posteriormente. Na Teologia, sobretudo bíblica, nós os utilizamos como um testemunho histórico de como um grupo de cristãos de certo lugar interpretava, mesmo que de forma equivocada, certas passagens da Escritura em um momento da história.

noticias.cancaonova.com
: Na visão da Igreja, qual é o real problema dos livros apócrifos? Por que a Igreja não os incluiu no cânon da Bíblia?

Padre Antônio Xavier: Cada apócrifo tem um motivo pelo qual foi escrito e um motivo por não ter sido aceito. Este motivo pode ser um problema de fé, distorção de informações históricas e até mesmo falta de utilidade real do livro. Como já dito, todos estes livros foram escritos para fechar uma lacuna ou contestar um outro livro já tido como canônico. Um exemplo de problema doutrinal é o evangelho de Tiago que atribui a Tiago aquilo que Jesus disse a Simão: “Tu és Pedro e sobre esta Pedra construirei minha Igreja”, isso porque Tiago foi bispo de Jerusalém e este evangelho apócrifo foi escrito provavelmente em Jerusalém.

Existem os apócrifos gnósticos onde Jesus é apresentado como um revelador de verdades secretas, ou que contestam a santidade do matrimônio, dizem que somente os homens e as virgens seriam salvas, ou mesmo negam a divindade de Jesus. A Igreja não os incluiu no cânon por não considerá-los isentos de erros de fé, e por mais alguns critérios que colocaremos em seguida.

noticias.cancaonova.com: Os livros apócrifos podem ser lidos pelos católicos? Que tipo de contribuição eles podem trazer aos leitores?

Padre Antônio Xavier: Sim e não. Podem ser lidos sim, mas não como livros inspirados. A Igreja não proíbe a leitura dos apócrifos, mas não os ensina para evitar que as divergências contidas neles possam gerar confusão de fé na cabeça das pessoas. Eu, pessoalmente, desaconselho a leitura de apócrifos sem uma prévia leitura de uma boa crítica sobre eles e uma prévia leitura dos evangelhos canônicos, para evitar que se termine com as ideias mais confusas do que claras. Mas posso dizer também que uma boa leitura crítica dos não heréticos ajuda a compreender o contexto dos primeiros séculos, especialmente os que seguem a mesma linha da natividade e infância de Maria.

Continuar lendo “O livos apócrifos”

Hoje celebramos a Apresentação de Nossa Senhora

Com informações de ACI.| Neste sábado, 21 de novembro, a Igreja celebra a Apresentação de Nossa Senhora no Templo e por isso também realiza a “Jornada Pro Orantibus”, dia em que os fiéis são convidados a dar graças ao Senhor por aqueles e aquelas que entregam sua vida a Deus nos conventos de clausura.

Apresentacao_de_Nossa_Senhora_2

De acordo com a tradição, a menina Maria foi levada ao Templo por seus pais, Santa Ana e São Joaquim, para que integrasse o grupo de donzelas que ali eram consagradas a Deus e instruídas na piedade.

Segundo o “Proto-Evangelho de São Tiago”, uma fonte cristã que não está incluída no Canon da Bíblia, a Virgem foi recebida pelo sacerdote, que a abençoou e exclamou:

“O Senhor engrandeceu seu nome por todas as gerações, pois ao fim dos tempos manifestará em ti sua redenção aos filhos do Israel”.

No século VI já se celebrava esta Festa no Oriente. Em 1372, o Papa Gregório XI a introduziu no Aviñón e, posteriormente, o Papa Sixto V a estendeu a toda a Igreja.

Nesta data também se recorda a Dedicação da Igreja da Santa Maria Nova, no ano 543, que foi edificada perto do Templo de Jerusalém.

Na Liturgia das Horas, lê-se:

“Neste dia da solene consagração da igreja de Santa Maria Nova, construída junto ao templo de Jerusalém, celebramos com os cristãos do Oriente aquela consagração que Maria fez a Deus de si mesma desde a infância, movida pelo Espírito Santo, de cuja graça ficara plena na sua imaculada conceição”.

Em 21 de novembro de 1953, o Papa Pio XII instituiu este dia como a “Jornada Pro Orantibus”, em honra às comunidades religiosas de clausura.

Na Audiência Geral da última quarta-feira, 18, o Papa Francisco recordou esta data e pediu

“que não falte a nossa proximidade espiritual e material para que as comunidades de clausura possam realizar sua importante missão, na oração e no silêncio operoso”.

Vídeo pró-aborto de “Globais” é o segundo mais reprovado no Youtube

Não postei nada sobre esse vídeo aqui no blog até agora para não dar a eles nada de “ibope”, ao menos aqui. No entanto, não precisei falar nada sobre isso. Graças a Deus nosso povo está ficando mais consciente do absurdo que querem fazer com nossas crianças.  Receberam o que merecem.

E ninguém curtiu!
E ninguém curtiu!

FIDES PRESS | O vídeo “Meu Corpo, Minhas Regras”, um promocional abortista estrelado por atores globais, atinge uma meta histórica: É o segundo vídeo mais reprovado da história do YouTube. Com incríveis 85% de reprovação, o vídeo que foi escandalosamente defendido pela grande mídia  tem um índice enorme de rejeição. A marca foi atingida em apenas 10 dias.

Neste momento o vídeo perde apenas para o clipe da cantora norte americana Rebecca Black que teve uma taxa de 88% de deslike. No entanto, o vídeo se mostra um forte concorrente a tomar a posição do clipe da Rebecca.
Se tudo continuar nesse ritmo, poderemos em breve gritar junto a Galvão Bueno: Ééééééééé do Brasil.

Livro digital gratuito reúne informações sobre 383 espécies de plantas medicinais

Sabe aquele chá que sua ó fazia e sua aprendeu e você nunca sabe que planta usar? Um pouco dos seus problemas acabaram. Com o post abaixo você poderá baixar um livro com uma série de plantas medicinais. Achei muito legal essa inciativa. Em minha comunidade a Pastoral da Saúde atende com o serviço do Bioenergético. Leia…

Tudo Sobre Plantas

A farmacêutica Telma Sueli Mesquita Grandi decidiu reunir cada uma das 383 espécies de plantas medicinais que crescem e vivem em Minas Gerais no livro digital ‘Tratado das plantas medicinais mineiras’.

Independente de geolocalização, a iniciativa é um prato cheio para os adeptos do tratamento alternativo de doenças, já que muitas das espécies catalogadas podem ser encontradas em diversas partes do Brasil.

Telma Sueli Mesquita Grandi

Além da descrição detalhada de plantas nativas ou cultivadas no estado, o livro reúne informações minuciosas sobre aplicação, toxicidade, preparo, incompatibilidade com medicamentos, nomes populares e até contraindicações.

A autora chama a atenção para o fato de que muitas das propriedades medicinais das plantas estão presentes em partes específicas do organismo, como folhas ou raízes e é importante conhecer com precisão essas peculiaridades.

Ela também ressalta a necessidade de conhecer as formas de preparo indicadas para cada planta. Algumas espécies não podem ser cozinhadas por exemplo senão perdem…

Ver o post original 17 mais palavras

Beata Nhá Chica terá Santuário

#Reblogando Nhá Chica rogai por nós!

Ide e Anunciai

2015-11-04 Rádio Vaticana

Aparecida (RV) – Alta, negra e bonita, Francisca de Paula de Jesus, ou Nhá Chica, como era chamada por todos, nasceu em 1808, na “Porteira dos Vilellas”, fazenda de Santo Antônio do Rio das Mortes Pequeno Distrito de Santo Antônio do Rio das Mortes Pequeno), povoado a seis léguas (aprox. 13 km) de São Del Rei, Minas Gerais.

Foi batizada em 1810, conforme livro de assentos da paróquia, na capela de Santo Antônio onde se encontra a pia batismal na qual foi batizada. Francisca teve apenas um irmão, Theotônio Pereira do Amaral, que nasceu provavelmente 4 anos antes, em 1804. A família mudou-se para Baependi e instalou-se numa casinha na Rua das Cavalhadas, hoje Rua da Conceição. Nesta casa iria viver a maior parte de sua vida a Serva de Deus.

Pouco tempo depois morreu dona Izabel, e Nhá Chica ficou orfã, com apenas dez anos. Embora pudesse…

Ver o post original 723 mais palavras

Afinal, está liberada a comunhão aos divorciados? Entenda

Os trabalhos do Sínodo dos Bispos sobre a Família terminaram no último sábado e, entre os diversos pontos que aparecem no documento final, estão os divorciados recasados; e também o caso daqueles que, estando separados ou divorciados, decidiram permanecer fiéis ao vínculo do matrimônio e não contraíram uma nova união.

2-3-rc-frame-segunda-uniao2Afinal, o que foi determinado como orientação para os divorciados?

Separados, mas sozinhos

Para todos que se separam, mas resolveram viver sozinhos e se quer namoram, o numeral 83 do Sínodo diz:

“O testemunho dos que inclusive em condições difíceis não ingressam em uma nova união, permanecendo fiéis ao vínculo sacramental, merece a avaliação e o sustento por parte da Igreja. Ela quer lhes mostrar o rosto de um Deus fiel ao seu amor e sempre capaz de dar-lhes novamente força e esperança. As pessoas separadas ou divorciadas, mas não recasadas, as quais normalmente são testemunho da fidelidade matrimonial, são encorajadas a encontrar na Eucaristia o alimento que as sustente em seu estado”.

Continuar lendo “Afinal, está liberada a comunhão aos divorciados? Entenda”