Aplicativo do Iphone não substitui confissão, afirma Vaticano

Sacramento da Confissão agora pelo telefone

O diretor da sala de imprensa da Santa Sé, padre Frederico Lombardi, afirmou, nesta quarta-feira, 9, que nenhuma aplicação informática pode substituir o “diálogo pessoal” na confissão, afastando, por exemplo, a possibilidade de se criar um confessionário virtual no iPhone.

“É essencial perceber bem que o sacramento da penitência requer necessariamente o diálogo pessoal entre penitente e confessor e a absolvição por parte do confessor presente”, disse, em declarações aos jornalistas, no Vaticano.

O diretor da sala de imprensa comentava notícias divulgadas em vários órgãos de comunicação social a respeito do aplicativo “Confession” para iPhone ou iPad, apresentada como uma “confissão” no telemóvel ou no computador, respectivamente. Para o padre Lombardi, “não se pode falar, de forma alguma, em «confissão por iPhone”.

“Num mundo em que muitas pessoas usam suportes informáticos para ler e refletir, não se pode excluir que alguém reflita, em preparação para a confissão, apoiando-se em instrumentos digitais, como fazia, no passado, em textos e perguntas escritas num papel”, acrescentou.

A aplicação “Confession” é apresentada como uma ajuda para a preparação deste momento e não como alternativa à forma tradicional do sacramento da Igreja Católica, criando exames de consciência personalizados para tornar a confissão mais simples.

O porta-voz do Vaticano sublinha que o aplicativo se trata de um “subsídio pastoral digital que algumas pessoas podem achar útil, sabendo que não, de maneira nenhuma um substituto do sacramento”.

“Naturalmente, é também importante que haja uma verdadeira utilidade pastoral e que não se trate de um business, alimentado por uma realidade religiosa e espiritual importante”, prosseguiu.

O sacramento da penitência, também conhecido por reconciliação ou, mais popularmente, por confissão, evoluiu, na sua forma concreta, ao longo dos séculos e implica a declaração, por parte do fiel católico, dos atos considerados como pecado, a absolvição do sacerdote ou do bispo que escuta a confissão e o cumprimento da penitência imposta pelo confessor.

“Confession” está disponível no iTunes e foi apresentado nos Estados Unidos da América (EUA) pelos irmãos Patrick e Chip Leinen, com a ajuda de um amigo e de dois sacerdotes católicos, tendo recebido a aprovação do Bispo de Fort Wayne-South Bend, Dom Kevin C. Rhoades.

Fonte Canção Nova

 

Uma consideração sobre “Aplicativo do Iphone não substitui confissão, afirma Vaticano”

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s