Estava faltoso com vocês

IMG-20170810-WA0002 (1)
Minha mãe. Linda! Ela era zeladora da capelinha da Sagrada Família na rua onde moramos e coordenadora do Grupo de Reflexão. 

Meus irmãos e irmãs, paz e bem!

Estava faltoso com vocês aqui no blog. Até tentei postar algumas coisas aqui nos últimos meses mas estava complicado. No meu blog portfólio eu estava sem fazer postagem há mais de um ano. No entanto, tudo tem motivo. Os meus uma série de acontecimentos.

Seria mais assíduo a partir de agora. Mas gostaria de compartilhar com vocês alguns motivos dessa baixa frequência. Vou postar parte do texto aqui e convidar vocês a lerem o restante no outro blog.

O ano de 2017 foi uma ano que não quero lembrar muito. No entanto, de acordo com o muitos especialistas tenho de fazer memória. Um ano sem fazer uma postagem aqui. Sem ter cadência no blog O Anunciador. E nem conto o Pensamentos Póstumos. Foi um tempo que não desejo revisitar, mas necessito digerir.

Vamos ser redundantes e começar do começo.

Imerso na pressão da empresa viajei muito para Contagem onde havia uma unidade da faculdade. Perdi cabelos. Preocupação exacerbada com a campanha de vestibular. Números não batiam e quando batiam era para derrubar. Em oito anos de faculdade nunca havia vivenciado um período tão ruim para a educação superior quanto foi o início de 2017.

Com toda essa péssima prospecção nos restou atrasar o início das aulas e embrenhar março a dentro captando alunos. Resultado zero.

E março não trouxe coisa boa. Ainda em janeiro, ou dezembro, não lembro ao certo, minha fez uma cirurgia. Retirada simples da vesícula. Aparentemente. Em março seu médico nos liga e pede que comparecêssemos ao seu consultório. Neste dia, ouvimos abalados que mãe estava com um câncer. A vesícula se quer foi retirada. Estava atrofiada. O câncer era raro. Raríssimo. Se alojou no peritônio. Uma camada que temos e que envolve os nossos órgãos. Era o mesmo tipo que matou a Hebe Camargo.

Minha mãe faleceu em agosto. Isso me abalou muito.

Em suma, a páscoa de minha mãe me desanimou e muito. Mas por ela não posso parar. Tenho de caminhar. No blog Marquione Ban tem o restante do texto. Convido a ler.

Continue a ler aqui. 

por Marquione Ban

 

Anúncios

Um feliz Natal!

Feliz Natal!

Nascer é iniciar uma aventura épica. E Jesus nasceu e viveu de modo épico. No entanto, o mais épico em tudo foram seus ensinamentos, que ainda hoje repercurtem.

“Amem-se”, dizia o mestre.

Neste Natal, nasçamos para o amor! Para que todos os dias de nossa vida sejam amor. E assim sendo, que sejam épicos.

Feliz Natal! Deus lhe gaurde e ilumine.

São meus votos nesta data querida e para todo o ano,

Marquione Ban.

Quem dizem por aí que Eu sou?

Bom dia! Paz e Bem 🙏🙏🙏

Pegando emprestado o minisermão do Padre Joaozinho. São sabias palavras contidas em uma leitura de um minuto. Leiam.

*‪#minisermao* (27/08/17) Quem pergunta valoriza o que o outro tem para dizer. Perguntar é um jeito de amar. Faça muitas perguntas. Jesus foi um perguntador; desde os 12 anos, quando foi perdido e reencontrado no templo, Maria perguntou: “Não sabias que estávamos aflitos te procurando?” Ele respondeu com uma pergunta: “Vocês não sabiam que Eu devia estar na casa de meu pai?” E Jesus perguntou a vida inteira. Naquele dia, em Cesareia de Filipe, perguntou aos apóstolos: “Quem dizem por aí que Eu sou?” Mas a pergunta genérica foi depois mais pessoal: “Mas, para vocês, quem Eu sou?” Pedro deu a resposta correta. Jesus era hábil em perguntar; valorizava o que o outro tinha para responder. Pergunte sempre. (Mt 16,13-20) Pe. Joãozinho, Scj.

E ainda é Natal!

Queridos irmãos e irmãs em Cristo Jesus, paz e bem!

Primeiramente gostaria de pedir desculpas por não ter postado nada no dia 24 e 25, véspera e natal de nosso Senhor Jesus Cristo. No entanto, destaco que ainda estamos no Natal. Tempo de felicidade extrema, afinal Jesus habitou entre nós.

Aproveito o ensejo, para desejar a todos vocês, assíduos leitores, UM FELIZ NATAL!

Paz e muita saúde!

Cartão de feliz natal
Feliz Natal!

 

 

Foto da semana

Olha essa foto. Ela marca o encontro bonito do Frei Evaristo, nomeado bispo da Prelazia do Marajó, Maranhão, Dom Azcona, que era o bispo de lá, se recuperando bem Graças a Deus.

image

Não sei quem tirou a foto, mas chegou até mim pelo whtas app. Se alguém souber o autor deixe nos comentários.

Há seis anos O Anunciador era apenas um trabalho acadêmico

Parabéns! Parabéns! Seis de O Anunciador.
Parabéns! Parabéns! Seis de O Anunciador.

Conversamos um pouco em agosto sobre vocação e profissão. Ficou bem claro que profissão é a aquilo que escolhemos mas não nos satisfaz por inteiro. Trata-se de habilidade. Vocação é o chamado. Convocação de Deus para usar seus dons em algum projeto maior. Te satisfaz.

Neste mês de setembro, O Anunciador completa seis anos. Junto com ele, eu, Marquione Ban, completo seis anos de minha  escolha por perenizar um trabalho acadêmico em uma missão. Neste mês, me peguei pensando várias vezes nesse texto. Em mais um aniversário. Nos posts mais procurados e que deram mais visualizações. Nas vezes em que pensei em desistir. Contudo, todas as vezes que esses pensamentos vinham, lembrava da diferença entre vocação e profissão.

Obrigado Mãezinha por suas intercessões junto ao Pai!
Obrigado Mãezinha por suas intercessões junto ao Pai!

Essa diferença é simples, mas complica a mente da gente. Durante esses seis anos não havia entendido uma grande conquista que tenho por não entender essa diferença. Sou privilegiado. Posso misturar meu oficio com minha vocação. Posso fundir o prazer da profissão ao serviço pastoral.

Gostaria, por isso, agradecer a Deus Pai que me sustenta de força e perseverança. Agradecer a Maria, que afinal, depois de um breve abandono a esse projeto, no dia da Imaculada Conceição vi e reconheci a vocação, chamado de Deus para manter esse projeto. Agradecer a vocês, meus leitores, que sempre aqui estão. Obrigado!

Eu, Marquione Ban
Eu, Marquione Ban

Que Deus nos guie por mais seis anos!

Paz e bem!

Marquione Ban

Feliz Natal! Que o Menino Jesus nasça em nossos corações!

Amados leitores,

Paz e bem! Que Cristo sempre os abençoe em sua jornada!

Gostaria de poder abraçar a cada um de vocês. Como não posso, levo em oração cada um que acessa o blog ao Altar do Senhor em minha comunidade. Nesse fim de ano, celebramos nosso padroeiro, Menino Jesus.

Desejo a vocês, uma chuva de bençãos em suas caminhadas. Que o Menino Jesus nasça no coração de cada um e os guie no dia a dia.

Feliz Natal!

Que em 2015, sejamos mais cristãos. Boas Festas!

Cartão O aunciador

4 anos de O Anunciador

Este mês o blog completa 4 anos #ParabénsAnunciadores
Este mês o blog completa 4 anos #ParabénsAnunciadores

Este mês, mas especificamente no dia 18 de setembro, surgia o nosso blog O Anunciador. Até então um trabalho acadêmico da disciplina de WebJornalisno, do 6º período do curso de Comunicação Social do Unileste/MG. Orientados pela docente Patricia Oliveira, os alunos Marquione Ban, eu, e Eliana Leite, que não contribui com o blog mais, começaram a escrever o blog.

O Objetivo do trabalho era noticiar acontecimentos da Paróquia Sagrada Família – Ipatinga/MG e da Diocese de Itabira/Cel. Fabriciano. O projeto durou cerca de quatro meses e permaneceu somente com minha colaboração, Marquione Ban, até hoje.

Um fato interessante neste tempo, quatro anos, foi que deixei de publicar no blog por um certo tempo e só voltei a fazê-lo quando recebi uma notificação por e-mail da quantidade de pessoas que leram um post sobre a festa da Imaculada Conceição na comunidade católica do bairro Caçula, em Ipatinga. O número considerável de visitas a um post que tinha um ano de publicação e sendo justo no dia de Imaculada Conceição, me motivou e abriu os olhos à necessidade de continuar a evangelizar na rede de computadores.

De lá para cá, pensei em desistir, mas Deus sempre arruma um tempo e dá um empurrão para que eu possa alimentar essa obra.

Como Deus tem sido bom com o blog. Temos em média, somados visualizações e visitas, cerca de 500 pessoas nos visitando/visualizando diariamente. No mês chegamos a uma média de 15.000 visitas/visualizações. Ao longo deses quatro anos, já temos somados 348.746 visualizações/visitas. Isso é mais que a população da minha cidade, Ipatinga.

Por todos esses anos, apenas uma palavra me basta: Obrigado. Obrigado a Deus pela vitória e discernimento  na luta pela evangelização. Obrigado por todos que acessam esse blog. Obrigado pela vida e pela iniciativa do trabalho acadêmico a quatro anos atrás.

Tem festa? Tem sim senhor

Sem título-1

Para comemorar a festa dos quatro anos, que coincide com os seis meses de papado de Francisco, vamos lançar um série chamada Franciscos da Igreja. Essa serie abordará os santos que possuem o nome de Francisco e deixaram o exemplo para nós de como seguir a Cristo é recompensador e maravilhoso. Aguardem. A partir de segunda, aqui no O Anunciador.

Obrigado anunciadores.

Organizadores da JMJ venderão cemitério para pagar dívidas

Como já era de se esperar, íamos ter dívidas. A JMJ é um evento muito grande e por isso gasta-se muito para realizar. Só o dinheiro de doações e inscrições seriam insuficiente para todos os gastos.

De acordo com a colunista da Folha de São Paulo, Mônica Bergamo, depois da Arquidiocese do Rio de Janeiro vender o prédio do hospital D’Or, agora será a vez do cemitério Catumbi.

O espaço é de uma ordem religiosa, que espera arrecadar cerca de R$ 80 milhões com o negócio. Os recursos seriam repassados como empréstimo para o Instituto Jornada Mundial da Juventude. Estima-se que o rombo da festa estrelada pelo pontífice ultrapasse os R$ 100 milhões, informa a colunista.

Da coluna de Mônica Bergamo para a Folha de São Paulo

“Deixai vir a mim as criancinhas, pois delas é o reino dos céus” (Lucas 18, 16)

Durante uma ordenação diaconal quando o eleito se despojava em total entrega ao Senhor, uma criança vai até o eleito e repete o mesmo gesto. Despojar-se de todo o mal e de toda falta de amor que habita o ser humano adulto. Sejamos como os pequeninos.

936463_592943564090731_375387772_n

 

Imagem retirada do Facebook.