Papa João Paulo II – o filme

Neste dia dedicado a memoria de São João Paulo II, O ANUNCIADOR indica o filme “João Paulo II”. O Papa pop, da juventude, do ecumenismo, esportista em visão que poucos puderam ter e ver. O filme conta a sua história desde o seu nascimento até sua morte em 2005. Ele enfrentou a segunda guerra e o comunismo e modificou a linguagem da Igreja para atrair os jovens.

Vale a pena ver. Este filme foi indicado ao Oscar de Melhor Ator.

 

Por Marquione Ban

Anúncios

El Papa Pop: popularidade de Francisco nos EUA está em alta

Grafite do papa em Roma
Grafite do papa em Roma

(ACI/EWTN Noticias).- Uma pesquisa recente da conhecida empresa Gallup revelou que o Papa Francisco tem a sua popularidade quase tão alta como a que o Beato João Paulo II tinha nos Estados Unidos ao final de seu pontificado.

A pesquisa, realizada em 1023 americanos maiores de 18 anos, entre os dias 6 e 9 de fevereiro, revelou que a opinião favorável em relação ao Papa Francisco sobe a 76 por cento ante 9 por cento desfavorável. 16 por cento dos pesquisados indicou que não tinha uma opinião formada.

Por sua parte, o Beato João Paulo II, que será canonizado junto com João XXIII pelo Papa Francisco em 27 de abril deste ano, em fevereiro de 2005, poucos meses antes de sua morte, alcançou uma popularidade de 78 por cento.

Em abril de 2013, a pouco tempo de sua eleição, 58 por cento dos pesquisados por Gallup mostrava uma opinião favorável a Francisco, 10 por cento tinha uma visão desfavorável e 31 por cento não tinha uma opinião.

A pesquisa do Gallup revela também que a popularidade do Papa Francisco é alta tanto entre católicos, quanto entre protestantes e inclusive entre aqueles que se consideram “sem identidade religiosa”.

Dos católicos pesquisados, 89 por cento tinha uma opinião favorável sobre Francisco ante 3 por cento que tinha uma “desfavorável”. No caso dos protestantes, a popularidade de Papa alcançou 78 por cento, com apenas 7 por cento de desaprovação.

Aqueles que indicaram não ter uma identidade religiosa expressaram uma aprovação do Santo Padre em 73 por cento.

Selfie do Papa durante a JMJ no Rio
Selfie do Papa durante a JMJ no Rio

“Cerca de um ano depois de sua eleição como Papa, os americanos são essencialmente tão positivos sobre Francisco como foram com João Paulo II pouco antes de sua morte”, destacou Gallup.

Super Papa Francisco!

Ano passado só deu Papa Francisco na internet. Foi nome mais buscado no Google e Facebook. Eleito a pessoa do ano pela revista Times. Ganhou o Brasil e o mundo na JMJ, onde demonstrou sua enorme simpatia e simplicidade.  Em suma, o Papa é pop. Prova disso foi o tuite que o Vaticano divulgou com um grafite do Papa Francisco. Na imagem o Papa aparece com o “super-homem”, vestido com a tradicional roupa branca dos papas e com um maleta escrita valores (Referência ao fato de que o Pontífice argentino carrega sua bagagem pessoal quando viaja).

O Super Papa
O Super Papa

O tuite dizia:

“Compartilhamos esse graffiti que vimos hoje”

O rei da net

No Google, o nome do primeiro sumo pontífice latino-americano é o mais procurado por mês, com 1,7 milhão de consultas. Também é o mais mencionado em nível mundial na rede, com 49 milhões de referências.

Francisco supera o presidente americano, Barack Obama (1,5 milhão de consultas por mês e 38 milhões de referências), e o presidente russo, Vladimir Putin (246 mil consultas e 8 milhões de referências).

Quando comparado com outras personalidades do mundo do esporte, do espetáculo e dos negócios, Francisco aparece em terceira posição, depois do grupo musical juvenil One Direction (78 milhões) e do cantor adolescente Justin Bieber (53 milhões), que construiu sua popularidade na internet.

O estudo “A rede ama o papa Francisco” foi feito pela empresa 3rdPlace para o site católico Aleteia.org.

Com informações do Jornal O Globo

 

Papa Francisco foi segurança de boate em Buenos Aires

Papa FranciscoJá havia escrito sobre esse assunto aqui. Na verdade foi só uma nota. Deve vez apurei mais as informações sobre os antecedentes profissionais de nossa amado Papa Francisco.

Na semana passada, ele surpreendeu muitos no mundo ao revelar sua profissão antes do sacerdócio. Em audiência no Vaticano, o Papa afirmou  ter trabalhado como segurança (porteiro) de boate em Buenos Aires.

A notícia foi dada aos fiéis durante uma missa em um subúrbio de Roma. O papa falou ainda de suas experiências como auxiliar de serviços gerais em um laboratório durante sua adolescência.

Exortação Apostólica

A simplicidade papal também foi observada na semana anterior.  Francisco lançou a Exortação Apostólica Evangelii Gaudium (A Alegria do Evangelho). O documento é o primeiro do pontífice e é como se um compilado de suas homilias desde o início de seu papado.

O documento, que possui uma linguagem simples, fala para as massas da Igreja e como elas devem agir na transmissão do evangelho.  Um cardeal chegou a comparar o texto de Francisco com as cartas de São Pedro. Já os tradicionais, dizem que o texto é ambíguo e alguns até acusam o Papa de heresia.

O Papa é Pop?

Até agora, por mais controvérsias que Francisco tem gerado, ele é notavelmente popular. Muitos  nas redes sociais tem defendido a escolha do Papa como a “pessoas do ano”. O fato é que o pontífice ainda nem completou um ano de papado e está levando o nome da igreja a muitos que há tempos não ouviam falar sobre ela. E você? O que pensa sobre o Papa Francisco, primeiro latino a sentar na cátedra de Pedro? Ele vai reformar a igreja? Deixe um comentário.

“O Papa é pop”: Pope Francis” é o nome mais usado, buscado e etc na internet

Papa_Francisco_13_noviembre_ACI_Prensa

(ACI/EWTN Noticias).- O Global Language Monitor informou que o nome “Pope Francis” (Papa Francisco, em inglês) é o nome mais usado na Internet durante o ano de 2013, ficando muito na frente do Presidente Obama (14º lugar), da princesa britânica Kate Middleton e do ex-espião americano Ed Snowden.

Além disso, a conta oficial do Papa no Twitter, @Pontifex, ocupa o quarto lugar como palavra mais usada na Internet, depois de “404”, número que aparece quando um site falha, “Fail” (falha), e “Hashtag”, nome que recebem as etiquetas no Twitter.

Em 2012, os nomes mais usados na Internet foram os de Newton, pela escola que sofreu um atentado onde morreram 28 pessoas, entre elas 20 crianças, e o de Malala Yousafzai, ativista paquistanesa da educação para as mulheres, que sofreu um atentado talibã.

Em 2011, o nome mais usado na rede foi o de Steve Jobs, falecido co-fundador da empresa de tecnologia Apple.

A influência do Papa Francisco já foi reconhecida ao longo do ano, pois em outubro, durante o Blogfest 2013, festival que reúne os peritos em redes sociais da Europa, foi nomeado a Personalidade do Ano devido a sua “proximidade, frequência e determinação” em suas publicações no Twitter.

Alguns meses antes, em agosto de 2013, um estudo do Projeto Reputation Metrics de Media Reputation Intangíveis (MRI) da Universidade de Navarra (Espanha) revelou que embora não seja o usuário com mais seguidores e que só tenha feito 100 publicações nesta rede social, o Papa Francisco definitivamente é o líder mundial com mais influência no Twitter.

Em 27 de outubro, o Papa Francisco superou os 10 milhões de seguidores, somados entre suas 9 contas em diferentes idiomas na rede social Twitter.

Desde sua eleição, a conta que mostrou um maior crescimento foi @Pontifex_es, em espanhol, com uma média de 10 mil novos seguidores por dia.

“O Papa é pop”: Vaticano cria conta no Instagram

685502_159989O Vaticano abriu uma aderiu a nova rede social do momento, o Instagram. A adesão a rede tem o objetivo de publicar fotografias instantâneas do Papa Francisco e da Praça de São Pedro. A conta já possui cerca de 15 mil seguidores e pelo visto vai aumentar de modo significativo nos próximos meses.

Segundo José Miguel Chevarría, gestor do perfil no Instagram, as fotos publicadas foram tiradas tanto por câmeras fotográficas profissionais como por dispositivos móveis. Além disso, as fotos do perfil são registradas tanto por fotógrafos profissionais quanto por funcionários do Vaticano e até mesmo por Cardeais. “Procuramos algo improvisado, mas espontâneo, fotos particulares que comuniquem por si mesmas. O objetivo é difundir a mensagem salvadora de Cristo através da imagem do Papa, e qual é a melhor maneira que seu exemplo pessoal?”, concluiu Chevarría.

O Instagram conta com mais de cem milhões de usuários e o número total de fotografias publicadas superam os milhares de milhões e atualmente podem ser compartilhadas em outras redes sociais, tais como o Facebook, Twitter e Flickr. O endereço da conta do Vaticano no Instagram é: http://instagram.com/newsva#. Acesse, siga e curta o Papa Francisco.

Com informações de Dom Total 

Hoje é de dia do Beato João Paulo II. Veja o filme com sua história

Neste domingo destinado a Sagrada Família, O ANUNCIADOR indica para o lazer, reunião e confraternização familiar o filme “João Paulo II”. O Papa pop, da juventude, do ecumenismo, esportista em visão que poucos puderam ter e ver. O filme conta a sua história desde o seu nascimento até sua morte em 2005. Ele enfrentou a segunda guerra e o comunismo e modificou a linguagem da Igreja para atrair os jovens.

Vale a pena ver. Este filme foi indicado ao Oscar de Melhor Ator.

Por Marquione Ban

Papa assina em gesso de jovem após audiência

000_par7521293_1G1 – Depois de realizar a segunda audiência geral no Vaticano desde que foi escolhido pontífice, oPapa Francisco autografou o gesso de uma jovem na Praça São Pedro nesta quarta-feira (3).

O Papa sul-americano, de 76 anos, desceu do papamóvel para acariciar crianças e doentes e abençoar casais, o que começa a preocupar os agentes de segurança.

Diante de 30 mil fiéis reunidos na praça de São Pedro, entre eles 10 mil provenientes de Milão (norte da Itália), o pontífice destacou o papel das mulheres na transmissão da fé cristã.

Cine O Anunciador: Papa João Paulo II – o filme

Amanhã, dia 22/10, a igreja estará em festa, pois será comemorado o dia do Beato João Paulo II. O ANUNCIADOR para comemorar essa data importante indica e publica o filme “João Paulo II”. O Papa pop, da juventude, do ecumenismo, esportista em uma visão que poucos puderam ter e ver. O filme conta a sua história desde o seu nascimento até sua morte em 2005. Ele enfrentou a segunda guerra e o comunismo e modificou a linguagem da Igreja para atrair os jovens. É dele a ideia da Jornada Mundial da Juventude, que por ventura acontece aqui no Brasil ano que vem.

Vale a pena ver. Este filme foi indicado ao Oscar de Melhor Ator. Confira:

Por Marquione Ban

Você sabia que o Papa João Paulo II poderia ter se chamado Estanislau I?

O vaticanista do jornal La Stampa, Marco Tosatti, assegurou que quando foi eleito Pontífice, o Cardeal Karol Wojtyla expressou seu desejo de chamar-se Estanislau I, como o santo padroeiro da Polônia, mas optou por João Paulo II para seguir a tradição romana.

No folheto “99 domande su Wojtyla” (99 perguntas sobre Wojtyla) que foi editado para a beatificação do Servo de Deus João Paulo II, Tosatti explica que o Papa queria adotar o nome do Estanislau para render homenagem a sua pátria. Entretanto, desistiu e escolheu João Paulo II, que reunia os nomes de seus três antecessores, João XXIII, Paulo VI e João Paulo I.

O folheto recolhe dados curiosos e histórias –várias inéditas- sobre o Pontificado de João Paulo II. Por exemplo, recorda que muitos dos presentes na Praça de São Pedro em 16 de outubro de 1978 pensaram que o novo Papa era africano porque seu nome soava voi-ti-wá.

Tosatti assegura que ao momento da eleição, João Paulo II já falava onze idiomas: polonês, eslovaco, russo, italiano, francês, espanhol, português, alemão, ucraniano e inglês, além de latim. Entretanto, antes de cada viagem tratava de aprender ao menos umas poucas palavras no idioma dos países que visitaria.

O folheto acrescenta que o Papa estava acostumado a ler as biografias dos Santos que ele mesmo tinha levado aos altares e que provavelmente sua favorita era a religiosa polonesa Faustina Kowalska (1905-1938).

Fonte ACI Digital

Foto Internet

Papa João Paulo II – o filme

Neste domingo destinado a Sagrada Família, O ANUNCIADOR indica para o lazer, reunião e confraternização familiar o filme “João Paulo II”. O Papa pop, da juventude, do ecumenismo, esportista em visão que poucos puderam ter e ver. O filme conta a sua história desde o seu nascimento até sua morte em 2005. Ele enfrentou a segunda guerra e o comunismo e modificou a linguagem da Igreja para atrair os jovens.

Vale a pena ver. Este filme foi indicado ao Oscar de Melhor Ator.

 

Por Marquione Ban