Arquivo da tag: tesouro

“Eu sou a luz do mundo” – Evangelho do Dia

Evangelho – Jo 8,12-20

+ Proclamação do Evangelho de Jesus Cristo segundo São João 8,12-20

Naquele tempo:
12Disse Jesus aos fariseus:
“Eu sou a luz do mundo.
Quem me segue, não andará nas trevas,
mas terá a luz da vida.”
13Então os fariseus disseram:
“O teu testemunho não vale,
porque estás dando testemunho de ti mesmo.”
14Jesus respondeu:
“Ainda que eu dê testemunho de mim mesmo,
o meu testemunho é válido,
porque sei de onde venho e para onde vou.
Mas vós não sabeis donde venho,
nem para onde vou.
15Vós julgais segundo a carne,
eu não julgo ninguém,
16e se eu julgo,
o meu julgamento é verdadeiro,
porque não estou só,
mas comigo está o Pai, que me enviou.
17Na vossa Lei está escrito
que o testemunho de duas pessoas é verdadeiro.
18Ora, eu dou testemunho de mim mesmo
e também o Pai, que me enviou,
dá testemunho de mim.”
19Perguntaram então:
“Onde está o teu Pai?”
Jesus respondeu:
“Vós não conheceis nem a mim, nem o meu Pai.
Se me conhecêsseis,
conheceríeis também o meu Pai.”
20Jesus disse estas coisas,
enquanto estava ensinando no Templo,
perto da sala do tesouro.
E ninguém o prendeu,
porque a hora dele ainda não havia chegado.
Palavra da Salvação.

Reflexão – Jo 8, 1-11

Quando falamos em pecado, sempre nos referimos aos pecados que os outros cometeram, jamais aos nossos, porque os outros precisam ser condenados pelos seus erros e nós somos diferentes, precisamos ser compreendidos. Quando fazemos isso, geralmente escondemos dos outros a face amorosa e misericordiosa de Deus, porque esta face e só para nós, e lhes mostramos um Deus que pune e é vingativo, que quer o castigo de todos, e esta face não é para nós. Com isso, nos tornamos um obstáculo para a conversão dos outros e, em conseqüência disso, Deus não agirá com misericórdia e amor conosco.

 

“Viu também uma pobre viúva que depositou duas pequenas moedas”(Evangelho do Dia – Lc 21,1-4)

Evangelho – Lc 21,1-4

 

+ Proclamação do Evangelho de Jesus Cristo segundo São Lucas 21,1-4

Naquele tempo:
1Jesus ergueu os olhos e viu pessoas ricas
depositando ofertas no tesouro do Templo.
2Viu também uma pobre viúva
que depositou duas pequenas moedas.
3Diante disto, ele disse:
“Em verdade vos digo que essa pobre viúva
ofertou mais do que todos.
4Pois todos eles depositaram, como oferta feita a Deus,
aquilo que lhes sobrava.
Mas a viúva, na sua pobreza,
ofertou tudo quanto tinha para viver.”
Palavra da Salvação. 

Reflexão – Lc 21, 1-4

Muitas vezes somos injustos com as pessoas porque fazemos do elemento quantitativo a principal fonte dos nossos juízos e das nossas decisões em relação a elas. Assumindo os critérios do mundo, o número cada vez mais torna-se o principal critério para a nossa avaliação. Jesus nos mostra que diante de Deus, devemos pensar de forma diferente. Não é o quanto foi dado que manifesta a generosidade da pessoa, mas o como, o porquê e o significado da quantia que são realmente importantes, pois nos revela o relacionamento da pessoa com Deus e o seu envolvimento com ele.

Evangelho do dia – Mt 6,19-23

Onde está o teu tesouro,
aí estará também o teu coração.

+ Proclamação do Evangelho de Jesus Cristo segundo São Mateus 6,19-23

Naquele tempo, disse Jesus aos seus discípulos:
19Não junteis tesouros aqui na terra,
onde a traça e a ferrugem destroem,
e os ladrões assaltam e roubam.
20Ao contrário, juntai para vós tesouros no céu,
onde nem a traça e a ferrugem destroem,
nem os ladrões assaltam e roubam.
21Porque, onde está o teu tesouro,
aí estará também o teu coração.
22O olho é a lâmpada do corpo.
Se o teu olho é sadio, todo o teu corpo ficará iluminado.
23Se o teu olho está doente,
todo o teu corpo ficará na escuridão.
Ora, se a luz que existe em ti é escuridão,
como será grande a escuridão.
Palavra da Salvação. 
Reflexão – Mt 6, 19-23

Existem valores e valores. Quem é verdadeiramente discípulo de Jesus deve procurar viver segundo a hierarquia de valores que é proposta por ele. Quem tem como centro de sua vida o reino de Deus faz dele o seu tesouro, faz com que ele seja o valor fundamental da sua vida e a partir dele ordena todos os demais valores, de modo que o reino de Deus é o valor absoluto e os demais valores são relativos a ele. Quem coloca os valores do mundo como centro da sua vida vive segundo outra hierarquia de valores, totalmente inversa à proposta por Jesus. Diante do evangelho de hoje somos convidados a rever nossa hierarquia de valores segundo os critérios de Jesus.