Escritos originais da Bíblia são expostos no Vaticano

Verbum Domini é o título da mostra que será inaugurada nesta quinta-feira, 01, no Vaticano. Pela primeira vez, estão reunidos mais de 150 objetos de relevância histórica, provenientes da coleção Green, a maior coletânia privada do mundo de textos e documentos bíblicos raros, e das coleções privadas de vários países. A iniciativa, promovida pelo Pontifício Conselho para a Cultura, foi apresentada nesta manhã à imprensa, na sede da Radio Vaticana.

A mostra interreligiosa e ecumênica, é aberta ao grande público gratuitamente, e deve aproximar os visitantes da história da Bíblia, aprofundar as raízes comuns da fé cristã e hebraica e recordar a obra de quantos fiéis no curso do tempo se aproximaram deste livro sagrado, para conhece-lo, traduzi-lo e transmiti-lo. Entre as peças da mostra, está o Codex Climaci Rescriptus, uma das Bíblias mais antigas do mundo, na língua materna de Jesus, o aramaico da Palestina. E ainda, a pedra inscrita de Jeselsohn, com cerca de 1 metro, descoberta na Jordânia junto ao mar morto, com 87 linhas do texto hebraico do I século a.c.

“A Bíblia, como a exortação Verbum Domini a definiu, é o grande código da cultura ocidental, o grande livro que modelou a cultura: não somente as expressões artísticas, mas também as grandes categorias do pensamento, o conceito da pessoa, dos relacionamentos entre as pessoas, a vida em comunidade, a gastronomia popular, o folclore”, ressaltou Mons. Melchor Sanchez, subsecretário do Pontifício Conselho para a Cultura.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s