Monge arquiteto ensina como melhorar o lar para favorecer o encontro com Deus

Padre Eduardo López Tello

 (ACI/EWTN Noticias).- O sacerdote e monge beneditino Eduardo López Tello, perito em arquitetura e arte litúrgica, assegura que bastam alguns detalhes para que qualquer casa possa aproximar-nos do encontro com Deus.

Em uma entrevista concedida ao grupo ACI em 3 de maio, o Pe. Tello assinalou que objetos como a Bíblia, um crucifixo ou imagens dos santos, podem ajudar a criar um lugar especial para a oração no lar.

“Estruturalmente todas as casas são iguais, o que não quer dizer que a casa de um cristão não possa transmitir ou mostrar a presença de Deus. Eu sempre ponho como exemplo as celas monásticas ou as dos monges do deserto, que reserva uma parte do quarto para o mistério de Deus, um âmbito especial onde está presente Deus graças à decoração, aos ícones, à Bíblia, e a elementos decorativos que podem fazer-nos recordar que esse lugar da casa transmite a presença de Deus”, explicou.

“O crucifixo é o sinal mais eminente da nossa fé, posto que é o lugar onde se realiza o encontro de Deus com o homem, mas também é bom usar imagens sagradas. Em particular dos mistérios da redenção e da salvação, como podem ser o Natal, Páscoa ou Pentecostes. Esses mistérios de alguma maneira transformam nosso interior”, referiu.

O perito explicou que é importante ter imagens de santos, porque “são modelos que viveram o evangelho de maneira excepcional”. E entre eles “destaca, é óbvio, a mãe de Deus, quem tem um papel especial em todas as casas”.

Outro elemento essencial na casa de um cristão deve ser a Bíblia, porque “é o livro que nos transmite a mensagem de como Deus chega a nós em cada momento da nossa vida, e acho que em cada casa, em todo lugar de oração, a Bíblia deve ter um lugar privilegiado e excepcional”.

O Pe. Tello é monge da Abadia de Santa Otilia Baviera, Alemanha, e também professor do Pontifício Instituto Litúrgico da Universidade de São Anselmo, onde ensina cursos em um Mestrado de Arquitetura e Arte para a Liturgia.

“Nós –indicou-, propomos em nossa fé a visibilidade do invisível, Deus que se fez homem, e desde esse instante, todo o visível nos pode mostrar a presença de Deus. Isso é o que tentamos mostrar. Como com os elementos visíveis, formais e estruturais, pode-se ter a experiência de Deus”.

Segundo o sacerdote espanhol, diversas construções podem aproximar de Deus, mas não há uma arquitetura mais completa para entrar em comunhão com Cristo que a “igreja”.

Neste sentido “o âmbito da igreja é um lugar privilegiado para o cristão, porque é o âmbito do Sacramento, é o âmbito onde encontramos em si a presença do mistério de Deus”, por isso é tão importante que o arquiteto “conheça bem a fé na hora de desenhar tanto os seus elementos estruturais como os de celebração”, assinalou.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s