Vaticano: Papa defende uso do dinheiro em prol dos outros

Cidade do Vaticano, 21 out 2013 (Ecclesia) – O Papa alertou hoje no Vaticano para o perigo da avareza e do “apego” ao dinheiro, com consequências nas relações familiares e sociais, pedindo um uso solidário dos bens materiais.

“Não ao ídolo do ouro: todos os bens que temos, o Senhor dá-os para fazer o mundo avançar, fazer avançar a humanidade, para ajudar, ajudar os outros”, disse, na homilia da missa a que presidiu na capela da Casa de Santa Marta.

Francisco sublinhou que a relação com o dinheiro é um “problema de todos os dias”, lembrando as “famílias destruídas” por causa dessa questão.

“Quando uma pessoa se apega ao dinheiro, destrói-se a si mesma, destrói a família. O dinheiro destrói”, advertiu.

O Papa destacou que os bens materiais podem permitir “fazer muitas coisas boas, muitos trabalhos para desenvolver a humanidade”, desde que o coração de cada pessoa não se fixe apenas na riqueza.

“O que faz mal é a avidez na minha relação com o dinheiro. Ter mais, mais, mais… Isso leva à idolatria, destrói a relação com os outros”, explicou.

Francisco sustentou que a avareza é “um instrumento de idolatria, porque vai no caminho contrário ao que Deus fez”, com “humildade, o baixar-se para servir”.

“O Senhor ensina-nos qual é o caminho: não é o caminho da pobreza pela pobreza. Não, é o caminho da pobreza como instrumento, para que Deus seja Deus, para que Ele seja o único Senhor”, concluiu.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s