CHILE: A IGREJA LANÇA A QUARESMA DA FRATERNIDADE 2012

A Igreja católica no Chile lançou a campanha Quaresma da Fraternidade 2012, orientada a apoiar os jovens em situação de vulnerabilidade social. De 22 de fevereiro a 1º de abril, a campanha promove o lema “40 dias para mudar histórias de jovens necessitados”.

A iniciativa foi apresentada em coletiva de imprensa, nesta terça-feira (21), por Dom Ricardo Ezzati, arcebispo de Santiago e presidente da Conferência Episcopal do Chile, junto com o secretário executivo da campanha, Damián Cantón. Participaram no lançamento universitários do Programa Bolsas de Apoio e Formação, concedidas pela Fundação Puente, um dos projetos beneficiados pela iniciativa.

Dom Ezzati recordou que a quaresma é uma oportunidade propícia de preparar o espírito para o grande mistério que celebraremos na semana santa, a páscoa da ressurreição. “A Igreja nos convida a viver profundamente este período de reflexão, oração e conversão, com um modo de vida austero e simples, cultivando uma especial solidariedade para com as pessoas que sofrem e passam mais necessidades”. O arcebispo acrescentou que não se trata apenas de dar o que nos sobra, mas de praticar uma “cultura do doar”, de compartilhar os nossos bens com os marginalizados, para crescermos juntos com menos desigualdade.

O presidente da conferência episcopal chilena destacou que os bispos do país quiseram priorizar o foco da pastoral e da ação social da Igreja nos jovens com menos possibilidades de melhorar suas condições de vida.

Damián Cantón observa que os intensos protestos de rua realizados recentemente pelos estudantes do Chile evidenciaram que os segmentos juvenis são os que mais sofrem as situações de pobreza e de desigualdade existentes no país. “Não podemos nos resignar à constatação desta grave dívida social. Como Igreja, queremos contribuir, com a generosidade de todos os crentes, para mudar a história de vida de tantos jovens deixados de lado. Nós vimos os frutos esperançadores que esses projetos dão, e isso nos anima a reavivar o nosso empenho nesta Quaresma da Fraternidade”.

A generosa contribuição dos fiéis à campanha possibilita que os jovens mudem de fato a sua história. “Temos quarenta dias para ajudar, através das coletas nas paróquias, capelas e colégios. Também temos uma conta corrente específica para a campanha”, explicou o secretário executivo.

A Quaresma da Fraternidade 2012 pretende arrecadar um bilhão de pesos chilenos (cerca de 3,5 milhões de reais) para apoiar projetos em todo o país.

Do montante arrecadado, 30% se destina a projetos sociais. Desde o ano 2000, a campanha já financiou 421 projetos. Cantón explica que 82 iniciativas estão sendo executadas atualmente no Chile, o que permite trabalhar conjuntamente com 2.300 jovens.

Entre os projetos que receberam o apoio da Quaresma da Fraternidade, encontra-se a Fundação Puente, organização privada sem fins lucrativos fundada em 1996 pelo sacerdote diocesano Andrés Moro Vargas, que acolhe, apoia e forma jovens estudantes em situação de vulnerabilidade social. O programa beneficia mais de 170 jovens de 18 a 30 anos, que cursam uma faculdade ou fazem um curso técnico em Santiago, a fim de se tornarem profissionais íntegros.

A diretora do organismo, Carolina Farfán, afirma que o apoio da Quaresma da Fraternidade tem ajudado a “dar um melhor acompanhamento e formação aos jovens que participam do programa”.

Para mais informações (em espanhol): www.cuaresmadefraternidade.cl.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s