Papa Francisco escolhe a fraternidade como tema para o Dia Mundial da Paz 2014

foto News.va

(ACI/EWTN Noticias).- A Sala de Imprensa da Santa Sé informou que o Papa Francisco escolheu “a fraternidade” como tema para o 47º Dia Mundial da Paz, o primeiro de seu pontificado. Com este tema reitera seu chamado a superar uma “cultura do descartável” e promover a “cultura do encontro” para avançar na construção de um mundo mais justo e pacífico.

“A fraternidade é um dom que cada homem e mulher carrega consigo enquanto ser humano, filho de um mesmo Pai. E diante de tantos dramas que afetam a família dos povos —pobreza, fome, subdesenvolvimento, conflitos bélicos, migrações, contaminação, desigualdade, injustiça, crime organizado, fundamentalismos —, a fraternidade é fundamento e caminho para a paz”, assinala a Santa Sé em uma nota.

O texto adverte que “a cultura do bem-estar leva à perda do sentido da responsabilidade e da relação fraterna. Os demais, invés de serem nossos ‘semelhantes’, convertem-se em antagonistas ou inimigos, e frequentemente são coisificados. Não é estranho que os pobres sejam considerados um ‘lastro’, um impedimento para o desenvolvimento”.

“No máximo -denunciou-, são objeto de uma ajuda assistencialista ou compassiva. Não são vistos como irmãos, chamados a compartilhar os dons da criação, os bens do progresso e da cultura, a participar da mesma mesa davida em plenitude, a ser protagonistas do desenvolvimento integral e inclusivo”.

Por isso, “a fraternidade, dom e tarefa que vem de Deus Pai, convoca-nos a sermos solidários contra a desigualdade e a pobreza que debilitam a vida social, a atender a cada pessoa, em especial os mais frágeis e indefesos, a amá-los como a nós mesmos, com o mesmo coração de Jesus Cristo”.

“Em um mundo cada vez mais interdependente, não pode faltar o bem da fraternidade, que vence a difusão dessa globalização da indiferença, a qual se referiu em repetidas ocasiões o Papa Francisco. A globalização da indiferença deve ser substituída por uma globalização da fraternidade”.

Finalmente, recorda que “a fraternidade toca todos os aspectos da vida, incluída a economia, as finanças, a sociedade civil, a política, a investigação, o desenvolvimento, as instituições públicas e culturais. O Papa Francisco, no início de seu ministério, com uma Mensagem que está em continuidade com a de seus Predecessores, propõe a todos o caminho da fraternidade, para dar um rosto mais humano ao mundo”.

O Dia Mundial da Paz foi iniciado pelo Papa Paulo VI e se celebra no primeiro dia de cada ano. A mensagem escolhida se envia às Igrejas particulares e às chancelarias de todo o mundo “para destacar o valor essencial da paz e a necessidade de trabalhar incansavelmente para obtê-la”.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s