Quarto dia da Novena de Natal: “Em nome da Lei”

Oração Inicial

Rezemos a Deus Pai todo poderoso para que neste quarto dia Deus nossas suplicas sejam ouvidas e que nossos pedidos sejam atendidos. Rezemos ainda, para que neste natal possamos realmente deixar  Jesus nascer em nossos corações.

Iniciemos nosso encontro em nome do Pai, do Filho e do Espírito Santo, Amém.

Ave Maria, cheia de graça, o Senhor é contigo. Bendito o fruto do vosso ventre, Jesus. Santa Maria, mãe de Deus, rogai por nos pecadores agora e na hora de nossa morte, Amém.

Motivação

No Natal, Deus se fez migrante e retirante. Nasceu em terra distante. Migrou ainda no ventre de sua mãe. Hoje muitos se fazer migrantes em busca de novas oportunidades e de qualidade de vida melhor. Jesus migrou não por uma qualidade de vida para ele, mas para nós. Sair da condição de junto do Pai para assumir os pecados da humanidade na sua morte de cruz, trouxe a nós o fim da migração espiritual. A última aliança foi feita.

Leitura do Dia – Lc 2, 1-7

2.Naqueles tempos apareceu um decreto de César Augusto, ordenando o recenseamento de toda a terra.2.Este recenseamento foi feito antes do governo de Quirino, na Síria.3.Todos iam alistar-se, cada um na sua cidade.4.Também José subiu da Galiléia, da cidade de Nazaré, à Judéia, à Cidade de Davi, chamada Belém, porque era da casa e família de Davi,5.para se alistar com a sua esposa Maria, que estava grávida.6.Estando eles ali, completaram-se os dias dela.7.E deu à luz seu filho primogênito, e, envolvendo-o em faixas, reclinou-o num presépio; porque não havia lugar para eles na hospedaria.

Reflexão

Naquele tempo Maria e José tiveram de sair de sua casa para participar do recenseamento do Império Romano. Em nome da lei dos homens foram se cadastrar na cidade de Belém. Assim se cumpriu a passagem de Isaias que previa este acontecimento. Hoje podemos ver o nascimento de Jesus como gesto supremo da obediência. Para se cumprir o que Deus tinha dito Jesus nasce em Belém, e para se cumprir a norma dos homes José e Maria vão a Belém. Mesmo que a ordem humana tenha sido autoritária e com fins de cobrar imposto, José os obedeceu. Hoje nós obedecemos as ordens de Deus? Damos a “César o que é de César e a Deus o que é de Deus”? Cumpro com o mandamento do amor?

 Oração Final

Muito obrigado por conceder que tenhamos a graça de receber Jesus, migrante, na eucaristia, todos os domingos. Obrigado Pai, por estar conosco com o seu Espírito Santo e por nos olhar com o carinha de quem muito ama, nos concedendo graças mesmo quando não merecemos. Ensina-nos a sermos mais fieis as seus preceitos. Em nome do Pai, do Filho e do Espírito Santo. Amém.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s