Sexto dia da Novena de Natal: “Pastores – medo do desconhecido”

Oração Inicial

Rezemos a Deus Pai todo poderoso para que neste sexto dia Deus nossas suplicas sejam ouvidas e que nossos pedidos sejam atendidos. Rezemos ainda, para que neste natal possamos realmente deixar Jesus nascer em nossos corações.

Iniciemos nosso encontro em nome do Pai, do Filho e do Espírito Santo, Amém.

Ave Maria, cheia de graça, o Senhor é contigo. Bendito o fruto do vosso ventre, Jesus. Santa Maria, mãe de Deus, rogai por nos pecadores agora e na hora de nossa morte, Amém.

Motivação

Hoje vamos refletir sobre os pastores, classe menosprezada da época, mas que teve a chance de serem os primeiros a presenciar Jesus salvador do mundo. Deus em seu plano contempla a simplicidade na pessoa dos trabalhadores e marginalizados do tempo de Cristo e de hoje.

Leitura do Dia – Mt 2, 8 – 20

8.Havia nos arredores uns pastores, que vigiavam e guardavam seu rebanho nos campos durante as vigílias da noite.9.Um anjo do Senhor apareceu-lhes e a glória do Senhor refulgiu ao redor deles, e tiveram grande temor.10.O anjo disse-lhes: Não temais, eis que vos anuncio uma boa nova que será alegria para todo o povo: 11.hoje vos nasceu na Cidade de Davi um Salvador, que é o Cristo Senhor.12.Isto vos servirá de sinal: achareis um recém-nascido envolto em faixas e posto numa manjedoura.13.E subitamente ao anjo se juntou uma multidão do exército celeste, que louvava a Deus e dizia:14.Glória a Deus no mais alto dos céus e na terra paz aos homens, objetos da benevolência (divina).15.Depois que os anjos os deixaram e voltaram para o céu, falaram os pastores uns com os outros: Vamos até Belém e vejamos o que se realizou e o que o Senhor nos manifestou.16.Foram com grande pressa e acharam Maria e José, e o menino deitado na manjedoura.17.Vendo-o, contaram o que se lhes havia dito a respeito deste menino. 18.Todos os que os ouviam admiravam-se das coisas que lhes contavam os pastores. 19.Maria conservava todas estas palavras, meditando-as no seu coração. 20.Voltaram os pastores, glorificando e louvando a Deus por tudo o que tinham ouvido e visto, e que estava de acordo com o que lhes fora dito.

Reflexão

Qual a lição os pastores ensinam com suas atitudes? Como  podemos exercitá-las em nosso dia-a-dia? O que Deus quer nos mostrar com essa atitude de escolher os pequenos para  ver primeiro Jesus e não os reis e sacerdotes.

Oração Final

Muito obrigado por permitir que José seja exemplo de esposo e de pai para os homens e de cristão obediente ao Pai Celeste. Obrigado Pai, por estar conosco com o seu Espírito Santo e por nos olhar com o carinho de quem muito ama, nos concedendo graças mesmo quando não merecemos. Ensina-nos a sermos mais fieis as seus preceitos. Em nome do Pai, do Filho e do Espírito Santo. Amém.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s