Conheça a história de São Jorge, que não é Ogum

Com a novela global estreando muitos tem buscado aqui no blog sobre São Jorge. É valido lembrar que SÃO JORGE NÃO É OGUM e vesse e versa. Ogum é um entidade, Deus africano adorado por tribos de lá, que aqui no Brasil foi associado a imagem de São Jorge como fuga da perseguição escravocrata que infelizmente tinha no Brasil colonial. Os negros para não serem mortos por adorar outro Deus que não fosse Jesus e venerar os santos católicos começaram a associar as suas divindade a imagem de Santos Católicos.

São Jorge é santo da igreja católica, mas a expressão que  dá título a novela não. “Salve Jorge” desculpe a ignorância por saber qual exatamente é expressão de uma religião afrobrasileira, creio que o candomblé.

__________________________________________

Depois dessa simples introdução, vaga até, que tal conhecer a história de fato de São Jorge? Confira abaixo:

Conhecido como ‘o grande mártir’, foi martirizado no ano 303. A seu respeito contou-se muitas histórias. Fundamentos históricos temos poucos, mas o suficiente para podermos perceber que ele existiu, e que vale à pena pedir sua intercessão e imitá-lo.

Pertenceu a um grupo de militares do imperador romano Diocleciano, que perseguia os cristãos. Jorge então renunciou a tudo para viver apenas sob o comando de nosso Senhor, e viver o Santo Evangelho.

São Jorge não queria estar a serviço de um império perseguidor e opressor dos cristãos, que era contra o amor e a verdade. Foi perseguido, preso e ameaçado. Tudo isso com o objetivo de fazê-lo renunciar ao seu amor por Jesus Cristo. São Jorge, por fim, renunciou à própria vida e acabou sendo martirizado.

Uma história nos ajuda a compreender a sua imagem, onde normalmente o vemos sobre um cavalo branco, com uma lança, vencendo um dragão:

“Num lugar existia um dragão que oprimia um povo. Ora eram dados animais a esse dragão, e ora jovens. E a filha do rei foi sorteada. Nessa hora apareceu Jorge, cristão, que se compadeceu e foi enfrentar aquele dragão. Fez o sinal da cruz e ao combater o dragão, venceu-o com uma lança. Recebeu muitos bens como recompensa, o qual distribuiu aos pobres.”

Verdade ou não, o mais importante é o que esta história comunica: Jorge foi um homem que, em nome de Jesus Cristo, pelo poder da Cruz, viveu o bom combate da fé. Se compadeceu do povo porque foi um verdadeiro cristão. Isto é o essencial. O dragão pode ser comparado ao poder político dominador da época e tantas outras coisas que prejudicavam o povo daquela região.

Ele viveu sob o senhorio de Cristo e testemunhou o amor a Deus e ao próximo. Que Ele interceda para que sejamos verdadeiros guerreiros do amor.

São Jorge, rogai por nós!

13 comentários sobre “Conheça a história de São Jorge, que não é Ogum

  1. todos comedores de merda , estudem um pouquinho antes de descordarem e concordarem com tal frase frase que “ogum é são jorge ” e “São Jorge é Ogum “. Mas sim essa equivalência foi para tal fuga do preconceito religioso mas não deve a nós descordar . Muitos historiadores aceitam e muitos não aceitam. Só saberemos de tudo após a morte ou não saberemos nunca , tudo pode acontecer . Tenho apenas 17 nos e vcs adultos brigando por uma coisa que não levara a nada apenas em mais preconceito religioso , sou católico sim , não discordo e nem concordo mas apenas tenho fé se são jorge é Ogum ? Amem ; e se Ogum é São Jorge ? axé
    vcs não precisam de ser da religião para ter um conhecimento histórico dela vsale para todas as crenças . Então é isso

    Curtir

  2. elmm

    Bem acho que muitas pessoas desconhecem a verdadeira historia,as pessoas estudão somente aquilo que realmente convém.pois bem a respeito de São Jorge (ogum ) ambos se referem aos mesmos martir,santos ou como acharem melhor se referir.. apenas em cultos diferentes.mas a opinião de cada um è independente o que nos faz fieis a Deus Jesus ou Oxala…,è saber respeitarmos as crenças sem tentar implementar a idèia de que devemos acreditarmos que o mal esta presente naquilo que nen se quer conhecemos a fundo.pesquisem mais antes de lançar ideias absurdas em um texto post etc…

    Curtir

    1. Elmm, não há necessidade de estudar mais. A verdade está aí no post. Isso é história. São Jorge não é Ogum e nunca foi. Ele foi introduzido no Candomblé para que os senhores escravocratas não os punissem afim de que tivessem sua religião preservada. Como o tempo, as pessoas passaram a associar São Jorge também ao candomblé como se ele também fosse o mesmo que Ogum. Para você acredito que seja, mas nós católicos está longe, e muito longe de ser. São Jorge é São Jorge apenas.

      Curtir

      1. Carlos Alberto

        Acho total falta de respeito para com o Orixás Ogum , ser comparado com São Jorge , um é a força da natureza outro criação da igreja católica.
        Devia se desvincular o Orixá de origem africana do santificado nprla podre igreja .
        Ogum Yê, Patacori Ogum

        Curtir

        1. Olá! Paz e bem! Quem fez o vínculo foram os proprios membros do candomblé, umbanda e etc, por medo da repressão dos “senhores”. E o vínculo acabou ficando. E a igreja não é podre. Não cometa o erro de ser intolerante.

          Curtir

    2. Cris Alarmo

      Ogun é filho de Iemanjá e irmão mais velho de Exu e Oxossi. Por este ultimo nutre um enorme sentimento, um amor de irmão verdadeiro e poderoso, capaz de matar e aniquilar quem puser em risco a tranqüilidade de seu mano Oxossi. Há quem diga, até, que Ogun zela mais pelos filhos de Oxossi que pelos seus próprios, tal é o sentimento que ele tem pelo irmão.

      São Jorge não é filho de e nem irmão de nenhum Orixá. São Jorge nasceu na Capadócia, região da Turquia. Ele não Ogum. O que acontece, embora você acredite de forma contrária, é o sincretismo religioso, mistura de doutrinas. São Jorge defendeu a Igreja Católica e a fé que tinha em Cristo.

      Curtir

  3. discupe ao criador nestas pagna mais são jorge aqui no brasil e considerado um guerrero o qual nos o chamamos de ogum que os umbandistas amão e adimiram como o nosso guerrero e defensor salve jorge e uma linda homenagem a o ilho de ochala nosso pai que tambem e representado por jesuus cristo filho do deus maior a umbanda só acredita que eles ainda estão aqui,que se voc chamar eles vem……….. nedi da umbanda obrigado muinto ache a vocês………

    Curtir

    1. Nedi Ribeiro, paz e bem! Obrigado pelo comentário embora discorde de sua opinião. São Jorge nasceu na Capadócia, região da Turquia. Ele não Ogum. O que acontece, embora você acredite de forma contrária, é o sincretismo religioso, mistura de doutrinas. São Jorge defendeu a Igreja Católica e a fé que tinha em Cristo. Só para lembrar que a doutrina católica, em que acredito, não crer em reencarnação e no sincretismo. Ela sempre está aberta ao dialogo e não a misturar suas crenças e doutrinas. Respeito profundamente sua opinião, mas ela para mim e para os católicos não procede com o que acreditamos. Sei que a homenagem é carinhosa a São Jorge, mas ela em nenhum momento deve ser aderida por nós que professamos a fé em Jesus Cristo e na Igreja.

      Curtir

      1. Cris Alarmo

        São Jorge não é Ogum, jamais, muito feio isso, misturando um esprito de esquerda com um santo da Igreja católica. Ridículo!

        Curtir

      2. Cris Alarmo

        isso acontece muito com são Cosmo e Damião e exu mirim, um total falta de respeito com a Igreja Católica. Poderia fazer um post sobre isso.

        Curtir

    2. Cris Alarmo

      São Jorge não é Ogum, jamais, muito feio isso, misturando um espirito de esquerda com um santo da Igreja católica. Ridículo!

      Curtir

    3. Cris Alarmo

      Ogun é filho de Iemanjá e irmão mais velho de Exu e Oxossi. Por este ultimo nutre um enorme sentimento, um amor de irmão verdadeiro e poderoso, capaz de matar e aniquilar quem puser em risco a tranqüilidade de seu mano Oxossi. Há quem diga, até, que Ogun zela mais pelos filhos de Oxossi que pelos seus próprios, tal é o sentimento que ele tem pelo irmão.

      São Jorge não é filho de e nem irmão de nenhum Orixá. São Jorge nasceu na Capadócia, região da Turquia. Ele não Ogum. O que acontece, embora você acredite de forma contrária, é o sincretismo religioso, mistura de doutrinas. São Jorge defendeu a Igreja Católica e a fé que tinha em Cristo.

      Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s