Nascidos para sermos missionários

No mês de agosto refletirmos sobre vocação. Vimos a diferença entre a vocação e profissão. Pois bem, aprendemos claramente que vocação é chamado de Deus e profissão é aptidão. Mas afinal, após compreender que somos chamados por Deus, qual é a nossa missão?

Essa pergunta tem uma única resposta e depende de nossa aceitação. Somos seres livres. O Pai nos deu o direito de seguir nossos caminhos e por resultado assumir as consequências. (Deuteronômio 30, 19 – 20). Mas como disse, essa resposta é simples e pode ser encontrada no final do Evangelho de Jesus Cristo segundo São Matheus, 28, versos 19 e 20:

missao-ministerios

“Ide, pois, e ensinai a todas as nações; batizai-as em nome do Pai, do Filho e do Espírito Santo. Ensinai-as a observar tudo o que vos prescrevi. Eis que estou convosco todos os dias, até o fim do mundo.”

Somos chamados por vocação a sermos missionários onde quer que estejamos. Ensinar a Boa Nova e observar os ensinamentos de Deus. Essa missão é de cada um de nós.

Mês das Missões

Outubro é último mês temático da Igreja. Nele vamos refletir sobre “Missão é Servir” que é o tema escolhido pelas Pontifícias Obras Missionárias (POM) para a Campanha Missionária deste ano. A reflexão esse mês, celebrado em toda Igreja, dá seguimento à proposta da Campanha da Fraternidade deste ano “Fraternidade: Igreja e Sociedade. Eu Vim para Servir” (Mc 10,45).

O lema da Campanha Missionária 2015: “Quem quiser ser o primeiro, seja o servo de todos” (Mc 10,44), está baseado na narrativa do Evangelho, onde Cristo centraliza no serviço o perfil dos discípulos e missionários.

Servir dá sentido à missão

O diretor das POM – Pontifícias Obras Missionárias, padre Camilo Pauletti, diz que o verbo servir é muito conjugado na missão. “Servir é uma das palavras que utilizamos na missão. Não existe missão, se não tiver serviço, porque serviço dá sentido à missão”, afirma.

Papa Francisco

Na mensagem para o Dia Mundial das Missões, o Papa Francisco destaca o amor incondicional que o missionário tem com a Palavra de Deus. “Queridos irmãos e irmãs, a paixão do missionário é o Evangelho. São Paulo podia afirmar: «Ai de mim, se eu não evangelizar!» (1 Cor 9, 16). O Evangelho é fonte de alegria, liberdade e salvação para cada homem. Ciente deste dom, a Igreja não se cansa de anunciar, incessantemente, a todos «O que existia desde o princípio, O que ouvimos, O que vimos com os nossos olhos» (1 Jo 1, 1). A missão dos servidores da Palavra – bispos, sacerdotes, religiosos e leigos – é colocar a todos, sem excluir ninguém, em relação pessoal com Cristo”, escreve o pontífice.

por Marquione Ban

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s